Ex-promotor diz que possivelmente Johnny Depp perderá novo processo e carreira

Johnny Depp
Johnny Depp (Divulgação)

Johnny Depp está com a imagem bastante queimada devido aos processos e mais processos envolvendo sua conturbada relação com Amber Heard, mas as coisas podem piorar. Um ex-promotor revelou em entrevista que acredita que após o astro sair perdedor de um processo, não acredita que ele saia vencedor de outro.

O ator estava processando por difamação o Jornal britânico The Sun que o chamou de ‘espancador de mulheres’ na capa de uma matéria. Com audiências no Reino Unido em julho, o resultado saiu há algumas semanas desfavorável para Depp, que ainda está entrando com recursos para mudar o resultado.

Mas não é o único processo dele, que também está movendo uma ação de 50 milhões de dólares no estado da Virgínia nos Estados Unidos contra a ex-mulher, depois que ela escreveu um artigo para o The Washington Post em que relatava que ficou presa em uma relação abusiva. Mesmo sem mencionar o nome de Depp, ele se sentiu ofendido e resolveu apelar para a justiça.

O site Insider conversou com o ex-promotor federal Neama Rahmani, e especialista nesse tipo de caso, ele disse o que acredita que pode acontecer. Rahmani revelou que acredita que este processo adicional é “uma perda de tempo” para o ator.

“Depp deveria sair do negócio de processos por difamação enquanto ainda tem um fragmento de sua carreira no cinema. O caso da Virgínia também é um perdedor, como muitos casos de família de celebridades que pouco fazem para mostrar as celebridades em uma boa luz. Depp deve se limitar a roteiros escritos por outras pessoas, em vez de exibir seu drama da vida real em um tribunal”, disparou o profissional.

Rahmani também disse que qualquer chance de retorno profissional de Depp está fadada ao fracasso. Vale lembrar que o ator foi dispensado de Animais Fantásticos e Onde Habitam depois de seu resultado ruim nos tribunais no mês passado.  O ex-promotor acredita que a Disney está ‘entediada’ pela presença de Depp em Piratas do Caribe, e é possível que outros estúdios também não vão querer vincular sua imagem à do ator.