Eva Longoria se explica após ser atacada por minimizar papel dos negros nas eleições

Eva Longoria
Eva Longoria (Reprodução)

Depois de uma entrevista que deu o que falar num canal de notícias da TV americana, a atriz Eva Longoria resolveu se pronunciar através das redes sociais e esclarecer algumas de suas palavras que soaram como preconceituosas.

Chamada pelo canal MSNBC, ela foi questionada sobre o impacto que o voto das mulheres latinas teve na corrida presidencial, que elegeu o democrata Joe Biden.

“As mulheres negras se destacavam. Claro, você viu na Geórgia o que as mulheres negras conseguiram, mas as mulheres latinas eram as verdadeiras heroínas aqui, vencendo os homens em todos os estados e votando em Biden-Harris a uma taxa média de três por um”, disse ela.

O problema é que a partir daí, ela recebeu uma chuva de mensagens e questionamentos via Twitter, já que aparentemente estava minimizando a importância do voto das mulheres negras, ao dizer que as latinas eram as ‘verdadeiras heroínas’. Além do mais, ela foi acusada de apagar a importância dos afro-latinos no resultado da eleição com suas palavras.

Na noite do último domingo (08), Longoria esclareceu seus comentários e se desculpou por qualquer mal-entendido, tuitando: “Me sinto muito triste em saber que meus comentários no MSNBC podem ter sido considerados como tendo tirado o crédito de mulheres negras. Quando disse que as latinas eram heroínas nessa eleição, eu simplesmente quis dizer que elas compareceram em maior número e votaram mais progressivamente do que os HOMENS LATINOS” escreveu ela dando destaque em sua crítica a homens.

Ela acrescentou: “Minhas palavras não foram claras e lamento profundamente isso. Há uma história de anti-negritude em nossa comunidade e eu nunca gostaria de contribuir com isso, então deixe-me ser muito clara: as mulheres negras há muito tempo são a espinha dorsal do Partido Democrata, algo que vimos acontecer nesta eleição, bem como nas anteriores. Finalmente, as mulheres negras não precisam mais fazer isso sozinhas. Latinas (muitas que se identificam como afro-latinas), mulheres indígenas, mulheres AAPI e outras mulheres de cor estão ao lado delas para que possamos aumentar nossa voz e poder coletivo. Juntas, somos imparáveis! Nada além de amor e apoio às mulheres negras em todos os lugares! Vocês merecem aplausos de pé”.

Suas palavras foram endossadas pela atriz Kerry Washington, que trabalhou com Longoria em uma arrecadação de fundos. “Eu conheço Eva como uma irmã. Já estivemos em muitas trincheiras juntas. Ela é uma lutadora para todas as mulheres. Leia abaixo. Isso é o que ela quis dizer. É assim que ela realmente se sente”, escreveu.

Comunicólogo balzaquiano, paulistano, e com experiência vasta nesse mundo virtual. Adorador de séries, filmes, quadrinhos, e tudo o que envolve a cultura pop.


SIGA-NOS E VEJA MAIS


Veja mais ›