Estrela de The Stand, Amber Heard reclama de 2020 e dá indireta para Depp

The Stand: Reprodução

A minissérie A Dança da Morte (baseada no romance homônimo do escritor Stephen King), cujo título original em inglês é The Stand, está marcada para estrear nesta quinta-feira (17) lá nos Estados Unidos.

A produção traz a atriz Amber Heard interpretando a personagem Nadine Cross, que faz a sobrevivente de um mundo completamente destruído pela peste.

A atriz está fazendo a promoção da minissérie do canal americano CBS e aproveitou para dar algumas declarações, mais uma vez, polêmicas.

A princípio, a artista comentou sobre sua personagem na nova produção:

“Não quero interpretar uma personagem que seja fácil de entender ou cujas motivações sejam transparentes. É mais interessante interpretar uma personagem que funcione como muitos de nós, por trás de várias máscaras que vão mudando de acordo com a nossa situação ou com quem estamos lidando”, falou ela. Indiretas? Quem sabe, né?…

Na mesma entrevista, que foi concedida ao Sky News, Heard também falou que não há nada que pudesse tê-la preparado para o que viveu neste ano de 2020 que, segundo ela, foi cheio de “desafios pessoais”.

Acontece que a moça esteve no olho do furacão em vários momentos durante este ano por conta de todos os problemas judiciais envolvendo o relacionamento que teve com o também ator Johnny Depp.

O ator causou grandes polêmicas após abrir um processo por difamação contra o jornal The Sun, que o chamou de “espancador de mulheres”, e Amber Heard acabou sendo requisitada como testemunha em alguns momentos.

Finalmente, no mês de novembro, o juiz Andrew Nicol deu parecer favorável a Amber e ao The Sun ao dizer que as declarações de que Johnny Depp havia sido violento com ela eram verdadeiras, encerrando o caso.

Mas a guerra não parou por aí. Johnny Depp, ex-astro de Piratas do Caribe, recorreu da decisão do juiz e ainda decidiu processar Amber Heard nos Estados Unidos por conta de um artigo de opinião que ela publicou no Washington Post dois anos atrás.

Em face a todos esses acontecimentos, a atriz aproveitou a entrevista para desabafar e disse:

“Nada poderia ter me preparado para 2020, sejamos honestos”.

“Não acho que estou sozinha ao afirmar isso. Não acho que nada poderia ter me preparado.”, afirmou Heard, que já havia dito anteriormente que foi “incrivelmente doloroso” ver “detalhes traumáticos e íntimos” de sua vida sendo expostos para todo o mundo.

Um Psicólogo que estuda Medicina, ensina inglês, toca piano, ama escrever e tem um gato. =P


SIGA-NOS E VEJA MAIS


Veja mais ›