Estrela de Game of Thrones diz que perdeu parte do cérebro após aneurismas: “Não funciona”

A atriz de 35 anos disse que conseguirá levar uma vida quase normal

publicidade

Emilia Clarke, estrela da série Game of Thrones, contou como está sendo o processo de tratamento dos aneurismas cerebrais que sofreu e os tratamentos realizados, inclusive sobre as cirurgias.

Segundo o site Comick Book, a atriz de 35 anos contou em entrevista ao The Sun, que ela conseguirá levar uma vida normal e as cirurgias a deixaram com partes de seu cérebro que não são mais utilizáveis.

publicidade

“Uma quantidade do meu cérebro não é mais utilizável, não funciona. É notável que eu seja capaz de falar, às vezes de forma articulada, e viver minha vida completamente normalmente, sem absolutamente nenhuma sequela. Estou na minoria muito, muito, muito pequena de pessoas que podem sobreviver a isso”, ressaltou.

Em 2019, Clarke contou sobre o diagnóstico da doença, depois de concluir as gravações da primeira temporada da série da HBO. Ela sofreu um aneurisma e precisou ser operada.

Emilia disse que tudo começou em 2011 enquanto fazia um treino ela sentiu algo estranho, como se um elástico estivesse apertando seu cérebro.

Daenerys Targaryen (Emilia Clarke) em Game of Thrones (Reprodução / HBO)

Atriz diz que ficou assustada sobre fazer uma cirurgia de urgência em meio a uma vida lotada de compromissos

publicidade

Ao ir para o hospital, a atriz descobriu que se tratava de um acidente vascular cerebral com risco de vida causado por sangramento no espaço ao redor do cérebro, doença que, segundo a atriz, mata quase um terço de todos que sofrem.

“Lembro que me disseram que eu deveria assinar um formulário de liberação para cirurgia. Cirurgia no cérebro? Eu estava no meio da minha vida muito ocupada – não tinha tempo para uma cirurgia no cérebro. Durante as três horas seguintes, os cirurgiões trataram de reparar meu cérebro. Esta não seria minha última cirurgia, e não seria a pior. Eu tinha 24 anos”, relatou.

publicidade

Anos depois, Clarke precisou passar por outra cirurgia, que acabou tirando um pedaço do seu cérebro:

“Falta um pouco [do cérebro]. Isso sempre me faz rir. Porque derrames, basicamente, assim que qualquer parte do seu cérebro não recebe sangue por um segundo, aquele pedaço do seu cérebro seu foi. Portanto parte do meu se foi. Isso meio que mostra o quão pouco de nossos cérebros realmente usamos.”

Sobre as recentes especulações sobre voltar a interpretar Daenerys Targaryen em produções futuras, a estrela afirmou que não há chance e que a história da sua personagem já chegou ao fim, nem mesmo aparecerá no spin-off A Casa do Dragão.

publicidade

A série derivada chega no dia 21 agosto no canal por assinatura e a história será baseada no livro Fogo e Sangue, lançado em 2018 pelo escritor George R. R. Martin.

Emilia Clarke em cena de Han Solo Uma História Star Wars (Divulgação)

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›