Em vídeo, ator diz que se sentiu pressionado ao fazer La Casa de Papel: Coreia

Nova versão traz um ponto de vista diferente do conflito central da atração

publicidade

Desde que foi lançada, La Casa de Papel: Coreia virou uma grande febre dos assinantes da Netflix, batendo mais de 49 milhões de horas assistidas em sua primeira semana completa.

A versão remake da série de sucesso espanhola promete um ponto de vista diferente da história dos ladrões que querem roubar milhões do governo.

publicidade

A Netflix Brasil publicou em seu canal oficial do YouTube um vídeo que mostra os bastidores da produção da série, incluindo as opiniões dos atores sobre como a versão coreana da atração vai mostrar coisas que só eles conseguiriam.

Confira o vídeo completo aqui:

Esse conteúdo não pode ser exibido em seu navegador.

Sobre a série

publicidade

A versão sul-coreana de La Casa de Papel reimagina a história contada pela série original, de uma equipe de ladrões que formam uma equipe para cometer um roubo histórico contra o governo do país.

A atração se passará em uma realidade alternativa na qual a Coreia do Sul e a Coreia do Norte se unificaram, e criaram um sistema econômico que beneficia as pessoas que já eram ricas e deixa o resto do povo na miséria.

publicidade

Assim como na original, o personagem Professor juntou a equipe e criou o plano, que consiste em roubar 4 trilhões de wons de uma instituição do governo para equilibrar a situação para os menos favorecidos.

O elenco da série incluem vários atores famosos em Hollywood e na indústria do drama do país, como Yoo Ji-tae (Oldboy), Kim Yun-jin (Lost), Park Hae-soo (Round 6), Jun Jong-seo (Jogos Vorazes: Em Chamas), Lee Won-jong (Hand: The Guest), Kim Ji-hun (The Flower of Evil), Jang Yoon-ju (Three Sisters), Lee Hyun-woo (To the Beautiful You), Kim Ji-hoon (Voise e Lee Kyu-ho (#Alive).

Kim Yun-jin em La Casa de Papel: Coreia (Reprodução/Netflix)
Kim Yun-jin em La Casa de Papel: Coreia (Reprodução/Netflix)
publicidade

Kim Yun-jin conversou com o Entertainment Weekly e disse que a série irá abordar as diferenças entre os dois povos das Coreias e como a resistência de todos a aceitar o processo de unificação só depender delas tentarem se entender:

“Existe esse nível realístico de se nós como norte-coreanos e os sul-coreanos, mesmo se houver uma unificação, quanto tempo vai levar para as pessoas abrirem seus corações? Você tem uma amostra de como as pessoas podem construir relacionamentos através de trabalhos em colaboração.”

Os primeiros seis episódios de La Casa de Papel: Coreia já estão disponíveis na Netflix.

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›