Dr. Stone anuncia planos para lançar um especial em anime

publicidade

Após cinco anos o mangá Dr. Stone chegou ao fim, mas isso não impede os criadores aproveitar mais histórias do mundo transformado em pedra que criaram.

Enquanto os fãs terão que esperar até o próximo ano para a chegada da terceira temporada do anime, para este ano está programado um anime especial focado no maior espadachim da série, e os criadores de Dr. Stone estão produzindo a animação de comemoração.

publicidade

De acordo com o CB, o especial de Dr. Stone terá foco em Ryusui, ele foi libertado por Senku de sua prisão de pedra durante o Arco da Era da Exploração, no qual sua experiência em navegação era necessária para ajudar o Reino da Ciência com um sério problema.

Efetivamente sendo o “pirata” da série, Ryusui adicionou um contraste interessante a Dr. Stone, especialmente quando se trata de seu relacionamento com Senku, que muitas vezes mostrava o Capitão segurando o cientista louco quando se tratava de sua natureza mais manipuladora.

O WSJ_Manga também compartilhou a notícia de que um capítulo especial do mangá está em andamento para coincidir com a chegada do anime especial de Dr. Stone.

Dr. Stone foi criador Riichiro Inagaki e Boichi, sendo publicado no Japão pela Weekly Shonen Jump da Shueisha, o mangá de foi encerrado no Capítulo 232.

publicidade

O mangá começou a ser publicado em 2017, enquanto o anime começou a ser exibido em 2019.

Dr. Stone segue um mundo onde todos os seres vivos são misteriosamente transformados em pedra. Algumas pessoas conseguem sair de usa prisão, e um cientista decide começar a civilização do zero. Mas alguns pessoas tem planos diferentes.

publicidade

O anime e mangá colocaram em seus temas desde o início como a evolução humana pode ser provocada pela ciência, e através da ciência tudo pode ser possível.

No Brasil, Dr. Stone é publicado pela Panini. O anime pode ser assistido através da Crunchyroll.

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›