Disney detona Johnny Depp e impede participação especial em novo Piratas do Caribe

Jack Sparrow (Johnny Depp) em Piratas do Caribe
Jack Sparrow (Johnny Depp) em Piratas do Caribe (Reprodução)

A Disney parece que não quer ver Johnny Depp nem pintado de ouro.

Uma notícia surgiu na imprensa americana dizendo que empresa se recusou a aceitar que o astro fizesse uma participação especial no próximo Piratas do Caribe.

Curiosamente, a carreira de Depp foi marcada pelo protagonista do longa, o exagerado e atrapalhado Jack Sparrow, já que ele foi indicado ao Oscar quatro vezes pelo papel em cada uma de suas aventuras.

Ele inclusive roubou a cena de Alice no País das Maravilhas, primeiro desenho transformado em live-action pelo estúdio em 2010.

Mas de lá pra cá sua imagem pública foi deteriorada pelo escândalo envolvendo a possível agressão de Amber Heard, sua ex-esposa.

Para completar ele acabou levando a pior num processo que estava movendo contra o tabloide The Sun, que havia publicado uma matéria afirmando que ele era um espancador de mulheres.

O julgamento durou algumas semanas entre julho e agosto, e a sentença absolveu o jornal britânico, fazendo com que Depp fosse realmente declarado um espancador.

Com isso, a Warner Bros. o tirou do papel de Grindelwald na franquia Animais Fantásticos e Onde Habitam.

O ator foi demitido após um único dia de trabalho, porém como era previsto em contrato, ele ainda irá receber 16 milhões de dólares por isso.

Agora, o The Hollywood Reporter revelou que o produtor Jerry Bruckheimer pediu que o ator fosse chamado de volta para os sets para fazer uma passagem do bastão de Piratas do Caribe para Margot Robbie, definida como nova protagonista, porém a Disney teria sido contra.

A empresa teme ferir a sua imagem construída através do público chamado familiar.

A matéria afirma que a Disney já havia colocado um fim na relação com Depp antes mesmo do julgamento no Reino Unido acontecer, e que Bruckheimer, é um dos defensores de Depp, e que acredita em sua inocência, chegando até mesmo a dizer que ele havia machucado seu dedo na porta de um carro (quando na verdade, o ator disse no tribunal que teve o dedo decepado por Amber Heard que num ataque de fúria teria lhe atingido com uma garrafa).

Comunicólogo balzaquiano, paulistano, e com experiência vasta nesse mundo virtual. Adorador de séries, filmes, quadrinhos, e tudo o que envolve a cultura pop.


SIGA-NOS E VEJA MAIS


Veja mais ›