Diretor de Jurassic World 3 explica conexões do filme com problemas reais

Segundo Colin, o mundo precisa estar ciente de certas coisas e ele está disposto a apresentar elas em seus filmes.

publicidade

Segundo o diretor de Jurassic Park: Domínio, o filme é um ‘cavalo de Troia’ disfarçado cheio de assuntos reais que precisam ser discutidos.

Colin Trevorrow conversou com o The Hollywood Reporter e teve uma conversa detalhada sobre o terceiro filme, o encerramento da nova trilogia que começou com Jurassic World.

publicidade

Durante o bate-papo, ele disse que começou a desenvolver essa ideia, inserindo comentários sobre o estado real do nosso planeta. Ele disse que acha que é importante ‘disfarçar’ essas discussões nos filmes para que possam ser apresentados para que o público reflita:

“Tem um monte de coisas que as pessoas dizem nesse filme que podem ser aplicadas a problemas reais que acontecem no mundo, e nenhum deles é feito sem intenção. E ainda assim, eu acho que com o passar do tempo, eu estou mais adepto a fazer com que esses filmes sejam cavalos de Troia para ideias.” 

Ele justifica dizendo que esses temas não são de teor político, mas coisas que todos os seres humanos deveriam prestar atenção, porque são verdade sobre o mundo que precisam ser ouvidas, tudo ‘sem sacrificar’ a diversão da produção:

E eu não acho que sejam ideias políticas. Elas são ideias que todos nós, de não concordarem, deveriam concordar que são dignas de preocupação de verdade. Mas tudo isso é feito sem sacrificar o fato de que isso é um passeio divertido e é um filme familiar sobre dinossauros. Então o equilíbrio nesse filme é o meu favorito entre os últimos três filmes.”

publicidade
Blue e seu filhote em cena de Jurassic World: Domínio (Divulgação/Universal)

Diretor considerou mudar nome dos filmes, mas mudou de ideia

Trevor contou recentemente que em sua trajetória com os projetos, ele chegou a considerar mudar a ideia de Jurassic World com subtítulos para o segundo e terceiro filmes.

publicidade

Ele contou para o Collider que pensou em manter Jurassic e mudar a palavra seguinte, para dar a ideia de que cada filme era uma produção individual que se sustentava sozinha. Depois de pensar bem e se dar conta que isso seria confuso para os fãs, ele mudou de ideia, disse:

Jurassic World: Domínio foi o primeiro nome que meio que pegou mesmo. Quando eu entrei para a equipe, eu queria mudar o título toda vez, o que pensando melhor provavelmente era uma ideia doida porque a gente vive em uma sociedade. Mas eu queria dizer que era um Jurassic World, Jurassic Earth, Jurassic Kingdom [Mundo Jurássico, Terra Jurássica, Reino Jurássico, em tradução livre].”

Jurassic Park: Domínio já está em cartaz em cinemas de todo o Brasil.

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›