Diretor afirma que “muito trabalho” foi colocado em novo filme de Donnie Darko

Cena de Donnie Darko (Reprodução)
Cena de Donnie Darko (Reprodução)

Em 2001, o cineasta Richard Kelly lançou Donnie Darko para o mundo, um filme cujo número de seguidores só cresce a cada ano e alcançando o status de cult.

Em uma recente entrevista para o Coming Soon, o diretor disse que investiu muito para dar vida a outro filme ambientado naquela franquia.

O cineasta não revelou muitos detalhes sobre a experiência que se aproximava, o que inclui confirmar se tal projeto algum dia será lançado oficialmente, além de evitar qualquer tipo de comentário sobre onde um novo filme se encaixaria em relação ao original.

Dado que a sequência de S. Darko – Um Conto de Donnie Darko de 2009 foi uma decepção, não se sabe como tal filme se conectaria ao material de origem.

Richard Kelly relatou:

“Bem, provavelmente não tenho permissão para dizer mais nada do que uma enorme quantidade de trabalho concluído. Tenho esperança de que possamos explorar esse mundo de uma forma muito grande e emocionante. Mas veremos o que acontece. Mas muito trabalho foi feito. Muito trabalho foi feito.”

A única coisa que atrapalha as ambições de Kelly são as limitações de produção, com o cineasta claramente ciente de que não gostaria de retornar ao mundo de Donnie Darko a menos que soubesse que poderia entregar algo que honra o que veio antes dele.

Um dos pontos fortes de Donnie Darko é que, embora trate de temas de ficção científica, fantasia e viagem no tempo, o escopo do filme permanece intimamente focado no personagem-título.

O cineasta detalhou previamente seu interesse pela franquia, sabendo o potencial que existe para contar histórias.

“Acho que há algo muito maior e mais ambicioso a fazer nesse universo. É grande e caro e acho que há tempo para fazer isso. Quero ter certeza de que temos o orçamento para fazer justiça e não comprometer nada. Outra história neste mundo precisa de recursos e precisamos implementá-los. Preciso lançar meu próximo filme e depois podemos voltar e dar uma olhada nele”.


SIGA-NOS E VEJA MAIS


Veja mais ›