Denis Villeneuve condena a Warner Bros. por lançar Duna no HBO Max

Cena de Duna (Divulgação / Warner Bros.)
Cena de Duna (Divulgação / Warner Bros.)

Na última semana a Warner Bros. anunciou que lançará seus filmes de 2021 simultaneamente no HBO Max e nos cinemas. Isso causou um mal estar entre redes de cinemas, empresários, atores e cineastas.

Um dos que se pronunciaram contra a decisão da Warner, foi Denis Villeneuve, o diretor de Duna. Ele escreveu uma extensa carta condenando o estúdio que foi publica da pela Variety (via IndieWire).

Não há absolutamente nenhum amor pelo cinema, nem pelo público aqui”, escreveu Villeneuve sobre a decisão. “Tudo gira em torno da sobrevivência de um mamute das telecomunicações, que atualmente tem uma dívida astronômica de mais de US$ 150 bilhões. Portanto, embora Duna seja sobre cinema e público, a AT&T trata de sua própria sobrevivência em Wall Street. Com o lançamento da HBO Max um fracasso até agora, a AT&T decidiu sacrificar toda a lista de 2021 da Warner Bros. em uma tentativa desesperada de chamar a atenção do público”.

Villeneuve continuou: “A súbita reversão da Warner Bros. de ser uma casa de legado para os cineastas para a nova era de total desconsideração traça uma linha clara para mim. A produção de filmes é uma colaboração, que depende da confiança mútua do trabalho em equipe e a Warner Bros. declarou que eles não estão mais na mesma equipe”.

Villeneuve escreveu que apoiou esta decisão de mudar Duna para 2021, já que o filme sofreu diversos atrasos na estreia por conta da pandemia. Ele acrescentou: “O plano era que Duna estrearia nos cinemas em outubro de 2021, quando as vacinas seriam avançadas e, esperançosamente, o vírus estaria atrás de nós. A ciência nos diz que tudo deve voltar ao normal no próximo outono”.

“O streaming pode produzir ótimo conteúdo, mas não filmes do escopo e escala de Duna. A decisão da Warner Bros. significa que Duna não terá a chance de se apresentar financeiramente para ser viável e a pirataria acabará triunfando. A Warner Bros. pode ter acabado de matar a franquia Duna. Este é para os fãs. John Stankey, da AT&T, disse que o cavalo em fluxo saiu do celeiro. Na verdade, o cavalo saiu do celeiro e foi para o matadouro”, pontuou o diretor.

Formado em administração e psicologia. Fez curso de desenho com especialização em cartoons. Adora videogame, animações e filmes e séries de super heróis e monstros.


SIGA-NOS E VEJA MAIS


Veja mais ›