Dave Bautista revela que Duna validou decisão de abandonar os ringues

Dave Bautista possui quatro vitórias como peso pesado em seu cinto, e deixar a carreira de lutador profissional para trás em busca de um sonho não é nada fácil. O ator, em recente entrevista para a Entertainment Weekly, contou que sua escalação no filme Duna ajudou a validar sua decisão de deixar a carreira na luta  pela atuação.

O ator teve seu grande destaque nas telas quando fez parte de Guardiões da Galáxia em 2014, mas antes disso, ele já havia participado com papeis pequenos em outros projetos, como Smallville: As Aventuras do Superboy, Chuck e O Escorpião Rei 3. Com o sucesso de sua personagem no MCU, Bautista começou a ser chamado para participar em produções com papeis maiores, como 007 – Contra Spectre e Blade Runner 2049.

Daniel Craig e Dave Bautista em 007 - Contra Spectre (Reprodução)
Daniel Craig e Dave Bautista em 007 – Contra Spectre (Reprodução)

O ator traz a vida Rabban Harkonnen em sua participação no novo filme Duna, em que volta a trabalhar com o diretor de Blade Runner, Denis Villeneuve.

Durante bate-papo, Dave revelou que por muito tempo se sentia inseguro em sua decisão de trocar a carreira consolidada no mundo da luta para arriscar um novo começo com a atuação:

“Eu deixei a carreira na luta profissional para me arriscar comigo mesmo porque eu me apaixonei pela atuação. Levou um tempo enorme para que eu conseguisse um trabalho. Então quando alguém como o Denis me liga e diz ‘eu quero muito que você faça esse papel’, isso valida o sacrifício e a chance que eu dei para mim mesmo.”

Ator recusou participação em O Esquadrão Suicida por Zack Snyder

Além de suas marcantes participações na franquia de 007 e Blade Runner, Bautista também esteve no recente filme original da Netflix Army of The Dead: Invasão em Las Vegas, dirigido por Zack Snyder.

Dave Bautista e Zack Snyder nos bastidores de Army of the Dead (Divulgação / Netflix)
Dave Bautista e Zack Snyder nos bastidores de Army of the Dead (Divulgação / Netflix)

O ator contou em recente entrevista que James Gunn havia convidado ele para um papel em O Esquadrão Suicida na mesma época que foi chamado para o projeto da plataforma do N vermelhinho. Dave conta que já queria trabalhar com Zack havia um tempo:

“Eu estava super afim de fazer, e aí eu consegui um papel em Army of the Dead: Invasão em Las Vegas, que não só era um papel de protagonista para mim, mas eu queria demais trabalhar com o Zack Snyder. Eu estava querendo trabalhar com ele fazia muitos anos.”

Ele confessa que sua amizade com James Gunn tornou a escolha muito difícil, mas que o desejo de colaborar com Snyder, aliado com o papel principal e o dinheiro foram elementares na decisão:

“Eu tinha O Esquadrão Suicida onde eu poderia trabalhar com meu garoto [Gunn] de novo, mesmo sendo um papel pequeno, e aí eu tinha Army of the Dead em que eu trabalharia com o Zack, construiria uma relação com a Netflix, e conseguiria um papel principal em um ótimo filme – e ser pago um monte de dinheiro.”

Duna estreia na HBO Max (nos Estados Unidos) e nos cinemas de todo o Brasil no dia 22 de outubro.

Veja mais ›