Crítica: Twisters é o que se espera de um filme de desastre e que vale a pena ver no cinema

Twisters leva diversão, emoção e destruição em larga escala para as telonas. O longa metragem tem direção de Lee Isaac Chung, e o elenco inclui Daisy Edgar-Jones, Glen Powell e Anthony Ramos.

Na trama, Kate Cooper, ex-caçadora de tempestades traumatizada por um tornado, agora estuda padrões de tempestades em Nova York. Quando se une mais uma vez com seu amigo Javi para testar um novo sistema de rastreamento de tornados, Kate encontra Tyler Owens, um caçador de tempestades famoso nas redes sociais.

Durante uma temporada de tempestades intensas, fenômenos aterrorizantes surgem, colocando Kate, Tyler e suas equipes em perigo enquanto enfrentam múltiplos tornados e tempestades convergindo sobre Oklahoma.

Daisy Edgar-Jones, Glen Powell e Anthony Ramos interpretam respectivamente Kate, Tyler e Javi. O trio de atores tem uma química incrível, somado aos objetivos próprios de seus personagens, acompanhar a dinâmica entre eles é interessante e não há momentos chatos.

Embora Kate seja a personagem principal, é Tyler quem rouba a cena. Ele chama atenção por retratar o que há de pior nos influencers de redes sociais, além de sua personalidade forte e um tanto prepotente. No entanto, o personagem de Powell tem uma reviravolta que transforma a antipatia em simpatia rapidamente.

As sequências de ação são impressionantes. Para começar, ver Kate analisando o tempo para saber onde, como e quando um tornado vai se formar não torna o filme chato e atiça a curiosidade sobre saber mais sobre estes fenômenos da natureza.

O filme cria sequências impressionantes da formação dos tornados, desde ventos, chuva até a aparição completa deles. É tensão do início ao fim. Além disso, há muitas cenas que retratam a dimensão colossal de um tornado, como é estar dentro de um deles, como também o poder destrutivo que eles têm.

Mas Twisters não é um filme só sobre destruição e caçadores de tornados, a trama também busca mostrar o real impacto destas forças da natureza na vida das pessoas, como elas são afetadas negativamente por isso e que há pessoas querendo lucrar com desastres.

O longa metragem também deixa uma mensagem de solidariedade, e que as pessoas mostram o seu melhor em momentos de tragédias.

Twisters é o que se espera de um filme de desastre, reunindo um elenco carismáticos, personagens interessantes, e um espetáculo visual cheio de ação. É um filme que vale a pena assistir no cinema e pode facilmente entrar na lista de melhores produções sobre desastres naturais.

E nosso veredicto de Balde de Pipoca foi:

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›