Convenção das Bruxas recebe críticas da comunidade de deficientes

Cena de Convenção das Bruxas (Reprodução / Warner Bros.)
Cena de Convenção das Bruxas (Reprodução / Warner Bros.)

De acordo como site Deadline, membros da comunidade de deficientes, ativistas, inclusive membros das organização dos Jogos Paraolímpicos, condenaram o filme Convenção das Bruxas. No filme, a personagem de Anne Hathaway é mostrada com mãos semelhantes a ectrodactilia, que é tipificada pela ausência de um ou mais dedos na mão ou no pé.

A falta de dedos nas mãos é a forma de identificar uma bruxa no filme. Mas a nadadora paraolímpica britânica Amy Marren chamou a atenção da Warner Bros. por conta de tal representação, que pode prejudicar a forma como as pessoas com ectrodactilia podem ser vistas na sociedade e por elas mesmas, como também apontou que “não eram de forma alguma um reflexo do romance original escrito por Roald Dahl”. No livro, as bruxas possuem cinco dedos com garras.

“É este o tipo de mensagem que queremos que a próxima geração receba. Que ter três dedos é atributo de uma bruxa? É um retrato extremamente prejudicial. A deficiência NÃO deve ser associada ao mal, anormalidade, nojo, medo ou monstros”, acrescentou ela.

Resposta do estúdio

Em resposta a essas mensagens e a várias outras de membros da comunidade de deficientes, um porta-voz da Warner Bros. emitiu um comunicado onda a empresa mostra profundo arrependimento pelo mal estar que causou.

Nas declaração da Warner Bros.: “Nós, os cineastas e a Warner Bros. Pictures, ficamos profundamente tristes ao saber que nossa representação dos personagens fictícios em Convenção das Bruxas poderia perturbar as pessoas com deficiência e lamentamos qualquer ofensa causada. Ao adaptar a história original, trabalhamos com designers e artistas para criar uma nova interpretação das garras de gato que são descritas no livro. Nunca foi intenção dos espectadores sentir que as criaturas fantásticas e não humanas deveriam representá-los. Este filme é sobre o poder da bondade e da amizade. É nossa esperança que famílias e crianças possam desfrutar do filme e abraçar este tema empoderador e cheio de amor”.

Formado em administração e psicologia. Fez curso de desenho com especialização em cartoons. Adora videogame, animações e filmes e séries de super heróis e monstros.


SIGA-NOS E VEJA MAIS