Continuação de Arrow tem destino cruel em canal americano

Green Arrow and The Canaries
Green Arrow and The Canaries (Divulgação/ The CW)

Era grande a expectativa para a série Green Arrow and The Canaries, spin-off  e continuação de Arrow, mas o canal The CW acaba de jogar um balde de água fria, inclusive nas atrizes protagonistas que estavam desde o início do ano passado esperançosas pela possibilidade de fazerem o show. 

Segundo a revista Variety, a rede de TV está encerrando em definitivo a história da família do Arqueiro Verde.

O piloto do spin-off havia sido apresentado como penúltimo episódio da série principal em janeiro do ano passado, e chegou até a cair nas graças dos fãs.

Liderado por mulheres, ele contava com Katherine McNamara, figura central como Mia, ao lado de Katie Cassidy e Juliana Harkavy como Laurel Lance, e Dinah Drake respectivamente. 

Outros atores estavam envolvidos no projeto como Ben Lewis como William Clayton; Joseph David-Jones como Connor Hawke; Charlie Barnett como John Diggle, Jr.; e Raigan Harris como Bianca Bertinelli.

O enredo da série

Mia Queen
Mia Queen (Katherine McNamara) em Arrow (Divulgação/ The Cw)

A história da série se passava no ano de 2040, numa Star City sem crimes, regida pela estátua do Arqueiro Verde, condecorado como herói municipal 20 anos antes.

Mia, sua filha, uma socialite e herdeira de uma indústria tecnológica construída por sua mãe, Felicity Smoak é abordada no dia do seu aniversário, e comunicada sobre o sequestro de Bianca, sua amiga. 

A jovem foi sequestrada por uma figura anônima usando uma máscara de Golpe da Morte, quebrando a paz de uma Star City.

Mia Queen é saudada por Laurel Lance, que restaurou as memórias de quando ela esteve 20 anos antes na companhia de Oliver durante a Crise nas Infinitas Terras, e a força a assumir o manto do Arqueiro para lutarem juntas contra novas ameaças. 

Participação em Arrow

“Você se esforça ao máximo. Você faz o melhor que pode, mas as consequências e as ramificações nem sempre funcionam da maneira que você planejou, mas isso não descarta as boas intenções que as pessoas têm… e isso não menospreza as coisas boas e heroicas que as pessoas fazem e apresentam no mundo”, disse McNamara ao site Comicbook.com sobre o que admirava nos heróis de Arrow.

Os fãs provavelmente vão querer que a série seja lançada, com destinos potenciais óbvios no DC Universe e HBO Max, mesmo que isso seja improvável.

Comunicólogo balzaquiano, paulistano, e com experiência vasta nesse mundo virtual. Adorador de séries, filmes, quadrinhos, e tudo o que envolve a cultura pop.


SIGA-NOS E VEJA MAIS


Veja mais ›