Atriz coloca fim ao mistério e comemora entrada na Marvel com postagem marcante

Atriz postou foto usando vestido da mesma cor do figurino de sua personagem.

publicidade

A atriz Charlize Theron comemorou seu primeiro filme no Universo Cinematográfico da Marvel. Ela aparece no em Doutor Estranho no Multiverso da Loucura, e usou as redes sociais para celebrar o fato.

Em sua página no Twitter, ela publicou uma foto na qual usa um vestido da mesma cor do traje da sua personagem no filme.

publicidade

Na legenda, escreveu uma mensagem que diz “o segredo foi revelado”, em uma tradução livre da expressão ‘Cat’s out of the bag’.

Veja abaixo a imagem:

 

publicidade

 CUIDADO COM SPOILERS À FRENTE!

publicidade

Theron é vista na primeira cena pós-créditos (já que o filme tem duas) no papel da personagem Clea.

Ela aparece para o Doutor Estranho, enquanto ele caminha pela rua e diz ao Feiticeiro que ele acabou de fazer uma Incursão, por ter misturado dois universos, e agora, eles precisam resolver a questão.

Não é a primeira vez que o termo Incursão surge no MCU e ele é usado para definir o que acontece quando duas terras diferentes do Multiverso colidem.

publicidade

O termo foi estabelecido pelo roteirista e desenhista Jonathan Hickman nos quadrinhos dos Vingadores e do Quarteto Fantástico.

Benedict Cumberbatch defende Doutor Estranho de acusação

Depois de alguns fãs criticarem o personagem por ter aberto brechas no multiverso com feitiço que fez no filme Homem-Aranha: Sem Volta Para Casa, o ator saiu em defesa do feiticeiro.

“Ele é um ser humano e acho que foi um erro muito humano. Ele viu Peter como um soldado de infantaria e, em seguida, como um adolescente passando por uma experiência muito formativa de não ser capaz de ser seu verdadeiro eu por ter sido exposto e ter perdido um mentor, [Estranho] decidiu intervir com um gesto de muito boa intenção.”, falou o ator.

“Acho que o feitiço, por si só, pode ter dado certo”, continuou ele. “Todo mundo esquece que Peter interrompe o feitiço tantas vezes, e foi isso que o corrompeu.”

“Acho que alguém que se preocupa com alguém pode ser perdoado por fazer algo que tem consequências [negativas].”

“Mas, naquele momento, foi a tentativa de ajudar um que adolescente que o levou a fazer uma coisa para o bem maior, e não por uma razão egoísta, que seria não fazer esse feitiço para que ele pudesse continuar uma amizade com o cara que ele se importa.”, finalizou o ator.

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›