Brad Pitt declara guerra a Angelina Jolie e contrata detetive para desfazer negócio ilegal

Ele entrou com um processo contra Angeline Jolie e alegou que a atriz teria agido de má fé

publicidade

O ator Brad Pitt, está apostando alto para dar continuidade no seu processo contra e ex-esposa Angelina Jolie. Dessa vez, ele recorreu a um detetive particular, para conseguir encontrar o oligarca russo que teria comprado a parte da atriz em um de seus negócios.

O processo começou, depois que ela vendeu sua participação em uma vinícola de sucesso que pertencia ao casal. A venda, teria sido ilegal, já que ambos concordaram que nunca poderiam efetuar uma negociação sem que antes os dois concordassem.

publicidade

Porém, ao que tudo indica, Angelina não respeitou a cláusula, e repassou a sua parte para um famoso empresário no ramo das bebidas alcóolicas, Yuri Shefler. De acordo com Brad, a atitude teria sido pensada para atingir sua reputação e fazer com que o nome da empresa ficasse comprometido.

‘’Ela vendeu sua participação com o conhecimento e a intenção de que Yuri e sua equipe tentariam assumir o controle do negócio ao qual Brad se dedicou, minando assim o seu investimento na Miraval’’, dizia um dos trechos do processo.

Angelina Jolie e Brad Pitt em Sr. e Sra Smith (Reprodução/Youtube)

O astro de Era Uma Vez… em Hollywood, afirmou que os novos sócios foram agressivos e chegaram a fazer ameaças contra ele.

O casal realizou seu casamento no local

publicidade

A propriedade, que também foi palco para a cerimônia de casamento do casal, se transformou em um ambiente familiar, onde eles viveram bons momentos com a família.

Além disso, a vinícola, que está localizada no sul da França, se tornou um sucesso mundial, fornecendo alguns dos melhores vinhos do país e se destacando pela produção de vinhos rosé luxuosos.

publicidade

A decisão de Angelina, teria surgido depois do divórcio, quando a estrela não teria ficado satisfeita com a decisão judicial para compartilhar a guarda dos filhos. Uma fonte próxima das celebridades, declarou que Brad era quem realmente estava envolvido nos negócios e que ela não fazia tanta questão.

‘’Ela violou os direitos da única pessoa que despejou dinheiro e suor no sucesso dos negócios, pretendendo vender tanto a empresa quanto a casa da família para um concorrente terceirizado’’, contou o informante.

Recentemente, ele pediu ao juiz mais um prazo para conseguir encontrar o empresário que ficou com a outra parte e confirmou que contratou detetive para localizar o sócio, que estaria ligado ao presidente Vladimir Putim.

publicidade

O documento afirma que ele ‘’está trabalhando com investigadores para determinar os endereços dos réus e com escritórios de advocacia estrangeiros para facilitar o serviço por meio da Convenção de Haia’’.

Angelina não se pronunciou sobre o caso.

Brad Pitt e Angelina Jolie em Sr. e Sra. Smith (Reprodução/Youtube)

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›