Atriz humilhada por Lea Michelle fala sobre contratação dela em musical: “Silêncio é cumplicidade”

Atriz acusou colega de abusos, incluindo racismo

publicidade

Lea Michele realizou o sonho de Rachel Berry de Glee, mas alguns de seus ex-colegas de elenco não querem celebrar sua conquista.

A atriz de 35 anos foi chamada para substituir Beanie Feldstein no musical Funny Girl, que coincidentemente era um dos maiores sonhos da personagem de Lea na série.

publicidade

Samantha Ware, que atuou com Lea na sexta temporada de Glee como Jane Hayward, usou sua conta oficial no Twitter para desabafar sobre as notícias:

“Sim, eu estou online hoje. Sim, eu vejo vocês. Sim, eu me importo. Sim, eu me senti afetada. Sim, eu sou humana. Sim, eu sou negra. Sim, eu sofri abuso. Sim, meus sonhos foram estragados. Sim, a Broadway apoia a branquitude. Sim, Hollywood faz o mesmo. Sim, silêncio é cumplicidade. Sim, eu vou falar em alto e bom tom. Sim, eu faria tudo de novo.”

Há cerca de dois anos, a atriz acusou Lea de ter transformado a vida dela nos sets da série “em um verdadeiro inferno”, e que, entre outros absurdos, ameaçou Samantha de fazer cocô em sua peruca.

Atriz acusou colega de abuso moral

publicidade
Samantha Ware é Jane em Glee (Reprodução)
Samantha Ware é Jane em Glee (Reprodução)

Em entrevista para a Variety na época, Samantha disse que a colega tinha crises de estrelismo e que seu desejo por ser o centro das atenções não era apenas irritante, mas abusivo.

publicidade

“Eu estava pronta para dizer pra ela, ‘Essa série é sua. Eu não estou aqui para desrespeitar você’. Mas no ponto que as coisas estavam, já tinha passado a fase do respeito e ela estava só abusando do poder que tinha”, contou.

“Eu estou chamando a Lea de racista? Não. Ela tem tendências racistas? Eu acho que ela sofre de um sintoma de viver nesse mundo em uma indústria que é feita para pessoas brancas.”

Lea Michelle em Glee (Divulgação)
publicidade

Depois do escândalo, Lea se pronunciou através de seu Instagram, pedindo desculpas pelo que fez e prometendo tentar fazer melhor no futuro:

“Quer tenha sido minha posição privilegiada e perspectiva que me fez ser percebida como insensível ou inapropriada às vezes, ou se foi apenas minha imaturidade e eu apenas sendo desnecessariamente difícil, peço desculpas por meu comportamento e por qualquer dor que causei (…) Todos nós podemos crescer e mudar, e definitivamente usei esses últimos meses para refletir sobre minhas próprias deficiências.”

As seis temporadas de Glee estão disponíveis na íntegra no Disney+.

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›