Atriz da Marvel choca ao comer formigas e diz que pode assumir novo papel

Artista comeu uma iguaria preparada com formigas e publicou vídeo no Instagram

publicidade

A atriz Lupita Nyong’o, querida dos fãs do filme Pantera Negra, estava participando de um evento organizado no restaurante Noma, em Los Angeles, na última quinta-feira (21), e mostrou que pode enfrentar qualquer desafio.

A atriz de 39 anos experimentou um quitute preparado com formigas e ainda publicou na internet um vídeo feito no momento.

publicidade

“São formigas. É muito bom! Não é crocante, nem nada”, diz ela, parecendo se divertir com o sabor da iguaria.

Lupita Nyong'o
Lupita Nyong’o em Pantera Negra (Reprodução)

Na legenda, a atriz brincou com um ‘novo papel’ que pode desempenhar na Marvel: “Vocês podem me chamar de Mulher-Formiga.” Obviamente, os fãs e seguidores comentaram a situação incomum, dizendo:

“Nãaao! Agora eu que estou com coceira”, escreveu uma pessoa.

publicidade

“Não sei, mana, parece que isso caiu debaixo da geladeira”, disse outra.

Uma outra pessoa brincou dizendo:

publicidade

“Não! Na minha cabeça, eu estaria pensando se elas vão se formar de volta no meu estômago como o milho faz. Estou brincando, mas ainda não [comeria isso]!”

Veja abaixo o vídeo e os comentários originais:

publicidade

Lupita Nyong’o já lançou audiobook de livro premiado

Muitos fãs só conhecem Lupita como atriz, mas poucos sabem que ela também tem bastantes habilidades com a escrita.

A artista lançou um livro infantil, intitulado Sulwe, em 2019, e foi vencedora do NAACP Image Award de Melhor Livro Infantil.

publicidade
Lupita Nyong’o com seu livro infantil Sulwe (Foto: Reprodução)

Recentemente a atriz anunciou a disponibilização do livro também em versão áudio, narrado por ela mesma.

Sobre a necessidade de lançar o livro em audiobook, Lupita então declarou para a revista People:

publicidade

“Ouvir um livro lido em voz alta é uma forma tão pessoal e íntima de vivenciar os personagens e a história. Eu quis que eu mesma narrasse o audiobook, a fim de dar vida aos personagens como eu os imaginava em minha cabeça ao escrever o livro.”

O livro original é baseado nas próprias experiências de Nyong’o com o colorismo e preconceito.

“Embora o colorismo seja um tópico pesado, era importante para mim que a história de Sulwe tivesse calor, afeto e existisse em uma terra de sonhos”, falou ela.

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›