Atriz brigou com diretores para impedir morte de personagem em Pânico

publicidade

Courteney Cox argumentou tudo o que ela pôde para impedir a morte de um personagem no filme mais recente de Pânico.

No quinto filme da franquia de terror, história teve coragem de sacrificar um dos personagens originais do filme de 1996. Dewey, interpretado por David Arquette, encontrou seu fim em um confronto sangrento com Ghostface.

publicidade

Courteney confessou em bate-papo com o podcast Just For Variety que foi contra matarem o policial boa praça, segundo ela, porque o personagem levava humor para a série de filmes:

“Foi algo muito triste, porque o Dewey é um personagem muito amado. Ele é tão bobinho, que eu achava que trazia um pouco de comédia para a franquia inteira. Eu acho que aqui foi de verdade, foi algo muito triste mesmo.”

Ela revelou que conversou com a produção do filme para que, pelo menos, eles gravassem uma cena que sugerisse que o policial não tinha morrido, no final das contas. Ela até mesmo deu a ideia de uma mensagem de Dewey vivo ser uma provocação para a continuação:

“Eu com certeza pedi, e eu meio que achei que eles tinham me ouvido. Eu me lembro de estar no gramado dizendo: ‘Eu só acho que é um grande erro que a gente não tenha essa opção. Eu entendo porque vocês querem fazer isso, faz com que tudo se torne sério mesmo’. Mas também seria ótimo se nos últimos três minutos, eu recebesse uma mensagem do hospital com: ‘Eu queria que isso acontecesse’. Só parece muito estranho.”

Morte era necessária para momento da trama, explica diretor

publicidade
David Arquette em Pânico 5 (Reprodução)

O diretor Tyler Gillett deixou claro recentemente que a despedida de Dewey era necessária para a história do filme.

publicidade

Em entrevistas para o Entertainment Weekly, Tyler disse que a ideia de matar um dos três personagens originais era algo que dividia opiniões, porém sem isso não havia sentido para que Sidney voltasse para Woodsboro depois de todo seu passado:

“Foi realmente algo de acabar com todo mundo, ler aquilo no roteiro! Era algo tipo ‘ame ou odeie’, e foi completamente brutal. Tínhamos ciência que precisaríamos fazer uma escolha nesse filme. Guy e Jamie fizeram isso tão bem porque eles estruturaram de uma maneira que é essencial, certo? A única forma possível de fazer com que a Sid [Sidney Prescott, personagem de Neve Campbell] voltasse para Woodsboro era a perda de um amigo querido e uma conexão real com o passado dela.”

Pânico está disponível para compra na Apple TV, Google Play e Microsoft Store e para aluguel na NET NOW Claro, Sky, Apple TV, Google Play, Oi e Microsoft Store.

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›