Round 6 | Protagonista não quer saber absolutamente nada sobre nova temporada e tem motivo para isso

Lee Jung-jae quer evitar perguntar sobre a segunda temporada de Round 6 para o criador da série

publicidade

Round 6 se tornou uma das séries de maior sucesso na Netflix, e além de ganhar uma segunda temporada, também recebeu 14 indicações no Emmy deste ano.

Entre os atores principais da série está Lee Jung-jae, indicado no Emmy na categoria Melhor Ator em Série Dramática por sua atuação como Seong Gi-hun.

publicidade

Em um entrevista para o IndieWire, Lee Jung-jae foi questionado sobre a segunda temporada de Round 6 através do criador da série Hwang Dong-hyuk.

O ator explicou que não quer saber nada sobre o que está por vir, e por um bom motivo: a emoção de ler o roteiro

“Sim, também estou louco para saber! Mas estou tentando não fazer perguntas ao diretor porque tenho que ter essa sensação muito marcante quando leio o roteiro pela primeira vez para poder traduzir essa emoção intensa em minha performance. Então, estou apenas esperando até o momento em que recebo o roteiro”.

Indicação ao Emmy

Quando questionado sobre o quanto está animado com a indicação ao Emmy, Lee Jung-jae, respondeu:

publicidade

“No momento, estou apenas tentando processar tudo e estou tão sobrecarregado. Estou animado com o fato de termos 14 indicações, e também estou animado para ir para os Estados Unidos com todos os indicados na Coréia. Sou um grande fã de Meryl Streep há muito tempo – estava morrendo de vontade de conhecê-la e tive a chance de conhecê-la há um tempo atrás, mas congelei completamente para não poder chegar perto dela. Se eu tiver a chance de encontrá-la novamente. Eu definitivamente tentaria ir até ela e pedir uma foto”.

Seong Gi-Hun (Lee Jung-jae) em Round 6 (Reprodução / Netflix)
Seong Gi-Hun (Lee Jung-jae) em Round 6 (Reprodução / Netflix)

Reação do público

publicidade

Em seguida o ator refletiu sobre como Round 6 pode ter alcançado tanto sucesso com o público.

“Eu acho que há muitas razões. Principalmente [é] o fato de que os jogos são muito fáceis e únicos ao mesmo tempo, e também simples o suficiente para as pessoas seguirem e copiarem facilmente. E acho que o fator mais importante foram os personagens fascinantes. Eles achavam que os personagens eram muito atraentes. Os membros da plateia se viam em alguns dos personagens e outras pessoas em outros personagens. Isso os ajudou a formar um vínculo emocional com a maioria dos personagens. Eu acho que quando eles viram esses jogadores, competidores, tentando desesperadamente sobreviver nesses jogos, eles viram a si mesmos e problemas [com] alguns problemas sociais em nossos tempos. Então isso realmente ressoou com eles”.

Round 6 segue um grupo de pessoas que decidem entrar em um jogo mortal para ganhar um grande prêmio em dinheiro e mudarem suas vidas.

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›