Ator de X-Men diz que ainda é reconhecido por filme que fez na adolescência

Booboo Stewart
Booboo Stewart em Julie e os Fantasmas (Reprodução)

Tem atores que serão sempre lembrados por seus primeiras papéis, seja na televisão ou no cinema. E isso também acontece com Booboo Stewart. Sua estreia diante das câmeras aconteceu em Eclipse (2010), terceiro filme da franquia Crepúsculo, na pele de Seth, irmão mais novo de Leah Clearwater, e que na história era o rapaz mais jovem a entrar para uma tribo de lobisomens.

De lá para cá, ele já esteve em outros projetos, como X-Men, onde interpretou Apache, ou em Descendentes, como o filho do vilão Jafar. Recentemente ele ainda apareceu na adaptação da Netflix da série Julie e os Fantasmas. Mas mesmo, oito anos longe do papel que o projetou, e com 26 anos de idade, ele relatou que as pessoas ainda o param nas ruas e o elogiam por causa de seu personagem lobo.

“É engraçado, se as pessoas gostam de algo, elas gostam para sempre. Com Crepúsculo ainda, [eu recebo] muitas coisas sobre Crepúsculo, onde todos estão dizendo coisas tipo ‘Eu amo Crepúsculo’. E aquele filme foi lançado há muito tempo, há mais de dez anos. Dez anos que estive nele e estava no terceiro filme. Mas, estou muito agradecido. É muito legal”, disse ele em entrevista ao TooFab.

Booboo Stewart em cena de Eclipse
Booboo Stewart em cena de Eclipse (Divulgação)

Booboo acredita que mesmo que as pessoas falem mal dos filmes, eles são um sucesso por causa daqueles mesmos personagens nos livros. Ele se lembrou ainda que naquela época, aos 15, quando entrou no set de filmagens pela primeira vez, tinha os cabelos longos como agora, mas a direção não queria aquele visual para Seth.

“O destaque para mim foi meu primeiro dia no set. Eles cortaram meu cabelo. Meu cabelo estava comprido antes de cortá-lo curto para o filme, então parecia tudo tão novo e tão fresco andar naqueles cenários gigantescos. Eu estava no Canadá com meu pai. Tudo era uma novidade. É um momento em que fico tipo, uau. Eu me lembro especificamente de caminhar para mostrar a um dos produtores meu cabelo, porque ele tinha acabado de ser cortado para ter certeza de que estava certo. Foi muito divertido e eu faria isso de novo, foi ótimo”, disparou.

Paulo Afonso

Comunicólogo balzaquiano, paulistano, e com experiência vasta nesse mundo virtual. Adorador de séries, filmes, quadrinhos, e tudo o que envolve a cultura pop.


SIGA-NOS E VEJA MAIS