As 10 piores sequências da Disney, de acordo com a IMDb

(Divulgação)

Não é nenhum segredo que a Disney é uma grande potência quando tratamos de produções de desenhos animados de alta qualidade. Os filmes produzidos, principalmente durante o Renascimento, são considerados, inclusive, alguns dos melhores filmes da década de 90.

O Renascimento da Disney é uma referência aos anos entre 1989 e 1999, quando os estúdios da Walt Disney voltaram a fazer filmes de animação de grande sucesso.

A Pequena Sereia (1989), A Bela e a Fera (1991), Aladdin (1992), O Rei Leão (1994), Pocahontas (1995), O Corcunda de Notre Dame (1996), Hércules (1997), Mulan (1998), Tarzan (1999) e Fantasia 2000 (1999) fazem parte desse período.

Infelizmente, com o sucesso de algumas animações, a Disney decidiu lançar suas sequências, muitas das quais, não agradaram ao público, como demonstra as classificações na base de dados online do Internet Movie Database (IMDb).

Algumas continuações apresentavam qualidade significativamente inferior, especialmente em comparação com as realizações artísticas dos filmes originais.

Confira o ranking:

10) O Corcunda De Notre Dame 2: O Segredo Do Sino (2002) – 4.7

(Divulgação)

O Corcunda de Notre Dame é considerado um dos melhores filmes do Renascimento da Disney por abordar alguns temas pesados ​​não usuais no entretenimento familiar. O protagonista e herói, Quasimodo, não encerra o longa tendo um final feliz romântico. A sequência tenta resolver essa questão, devido à qualidade inferior da história, acaba ficando totalmente sem brilho e nem chega perto do sucesso do original.

09) Pocahontas 2 (1998) – 4,9

(Divulgação)

Apesar de alguns erros contidos no primeiro filme de Pocahontas, a Disney resolveu produzir uma sequência que retratava a jornada da protagonista para a Inglaterra com o homem que viria a se tornar seu marido na vida real, John Rolfe. Como seu antecessor, ele toma algumas liberdades bastante substanciais com o registro histórico e carece de grande parte do charme do original.

08) Cinderela 2: Os Sonhos se Realizam (2001) – 5

Embora essa sequência do grande clássico seja decente o suficiente, a narrativa é bastante desconexa e consiste em várias histórias que são reunidas por um dispositivo de enquadramento bastante fraco. A maioria dos espectadores provavelmente preferem assistir apenas ao filme original e ignorar este.

07) Atlantis II: O Reino de Milo (2003) – 5.1

(Divulgação)

Criado inicialmente para ser uma série de televisão, a segunda parte de Atlantis foi remendada e se transformou em um longa. mas foi remendado. Como o filme original também não foi um grande sucesso, o público e a crítica se questionam porque o estúdio criou uma sequência que, ainda por cima, não continha nenhuma das maravilhas animadas que integravam o primeiro filme.

06) O Cão e a Raposa 2 (2006) – 5.3

(Divulgação)

O Cão e a Raposa é considerado um dos filmes mais maduros que a Disney produziu na década de 80, pois tratou de questões pesadas, como o preconceito e a incapacidade de algumas pessoas de compreender as origens do passado. A animação foi incrivelmente satisfatória, porém, a Disney resolveu criar uma sequência apresentando a juventude de Tod e Copper.

05) Tarzan e Jane (2002) – 5.3

(Divulgação)

Tarzan foi o último filme produzido no período da Renascença e rendeu muitos louros aos estúdios Disney, o que despertou o interesse na criação de várias sequências, incluindo esta. Tarzan e Jane, na verdade, é uma edição de alguns episódios remendados do programa de TV de mesmo nome. É divertido, porém nunca superou seu original.

04) O Mundo Mágico da Bela (1998) – 5.3

(Divulgação)

A Bela e a Fera é considerado um dos melhores filmes da Renascença, atingindo níveis de maturidade artística e elegância que são muito raros na animação. Infelizmente, isso não salvou o filme original de sequências moderadamente horríveis, incluindo esta.

03) Mogli – O Menino Lobo 2 (2003) – 5.4

(Divulgação)

A Disney não se contentou em produzir sequências de seus sucessos renascentistas e também resolveu dar sequências à seus antigos clássicos, incluindo este, uma sequência de The Jungle Book. Embora tenha sido lançado nos cinemas, Mogli 2 não teve o sucesso esperado e foi muito criticado pela história semelhante ao original.

02) A Pequena Sereia II: O Retorno para o Mar (2000) – 5.6

(Divulgação)

Embora a continuação da história de Ariel não seja absolutamente terrível, a maioria dos espectadores não compreendem a necessidade do mesmo. A animação nos apresentou Melody, filha de Ariel e Eric que é proibida de entrar no mar. Mas ao completar 12 anos, ela decide ir em busca de Atlântida, atraindo a ira de uma feiticeira e obrigando Ariel a transformar-se novamente em sereia para salvá-la.

01) Tarzan 2: A Lenda Continua (2005) – 5.6

(Divulgação)

Como se Tarzan e Jane não fossem suficientes, os espectadores também foram submetidos a Tarzan 2: A Lenda Continua. Apesar do título, não é realmente uma sequência, mas sim uma prequela do original, mostrando aos espectadores a juventude do protagonista. Nem o retorno de Glenn Close como Kala, mãe do herói, ajudou a salvar o filme da mediocridade.

Formado em Criação e Produção Audiovisual pelo CBM (Centro Universitário Barão de Mauá). Frequentador assíduo das salas de cinemas, é também colecionador há anos de filmes em DVD e Bluray. Atuou como produtor e editor do SBT e na redação de blogs e sites em geral. Atualmente, trabalha como redator do E-Pipoca.


SIGA-NOS E VEJA MAIS


Veja mais ›