Artistas de efeitos visuais defendem CG de She-Hulk

Fãs da Marvel reclamam que protagonista não parece realista com os efeitos.

publicidade

Depois de muitas críticas pesadas dos fãs depois do lançamento do trailer de She-Hulk, um grupo de profissionais de efeitos visuais intercederam pela série.

Desde que o trailer foi lançado, há cerca de dois meses, os fãs da Marvel caíram matando em cima do estúdio porque, segundo eles, os efeitos especiais, sobretudo os feitos na protagonista, Tatiana Maslany, estavam horrivelmente mal feitos. A maior reclamação era a de que o rosto da atriz estava liso demais, sem marcas naturais como as que Hulk tem.

publicidade

O canal Corridor Crew publicou um vídeo no YouTube em que eles analisam o vídeo e dão sua opinião. Durante a conversa, eles abrem o jogo e admitem que não acharam ruim, não. “Eles estão completamente errados. Esses efeitos visuais não são um lixo”, disse Sam Gorski.

Segundo Clint Jones, as críticas aconteceram apenas porque os estúdios sempre entregam efeitos impecáveis, então os fãs não esperam menos que isso:

“A maior parte das cenas desse trailer parecem fantásticas… Eu acho que a expectativa de que a Marvel é sempre a melhor e qualquer coisa menos que perfeito é inaceitável.”

Wren Weichman completou a ideia, dizendo que a qualidade da imagem no trailer ainda piorou os efeitos de suavização. Como a qualidade dos vídeos é comprimida ao ser publicada no YouTube, os efeitos no rosto de Tatiana ficaram ainda mais aparentes:

publicidade

“Eu acho que eu meio que identifiquei porque existe um problema. Primeiro de tudo, as pessoas estavam reagindo ao trailer no YouTube, que é comprimido… Aquilo suavizou uma série de detalhes, então você acaba ficando com aquela aparência de uma borracha verde sem marcas.”

Mulheres são editadas demais em filmes

Hulk (Mark Ruffalo) em Vingadores: Ultimato (Reprodução / Marvel)
Hulk (Mark Ruffalo) em Vingadores: Ultimato (Reprodução / Marvel)
publicidade

O artista continuou, explicando que esse é um problema recorrente em Hollywood, editar os rostos femininos para tirar rugas e marcas de expressão. Por esse motivo, e por ela vir depois de Hulk, que tinha uma pele bem mais realista, a comparação é inevitável:

“Tipicamente na cultura popular, os rostos de mulheres são muito editados. Comparando ela com, vamos dizer, Bruce Banner, o Hulk do Mark Ruffalo, tem muito mais detalhes lá do que a gente pode ver que essa compressão não vai remover… E dois, a gente está só acostumado demais a isso de uma forma que não mexe com nossos sentidos da mesma forma que She-Hulk faz.”

She-Hulk estreia no Disney+ a partir do dia 17 de agosto.

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›