Após participarem de reality da Netflix casal revela sua atual opinião sobre ultimatos

O casal concorda que um ultimato deve ser o último recurso utilizado.

publicidade

Até aceitar participar de Ultimato: Ou Casa ou Vaza, Shanique Imari não tinha intenção de dar um ultimato em seu namorado Randall Griffin, mas acabou acontecendo e agora, o casal revelou ao site americano TV Insider, suas atuais opiniões sobre dar ultimatos em parceiros amorosos.

“Bem, não vá na TV e dê um ultimato [risos]. Mas eu acho que em alguns casos é ok colocar o pé no chão e dizer: ‘Isso é o que eu realmente exijo em um relacionamento.’ Eu não dei um ultimato especificamente ao [Randall], mas foi isso que aconteceu depois que o show acabou. Eu disse: ‘Ok, bem, eu ainda preciso disso, então ou você vai fazer isso ou nós vamos terminar.’ Não sei, acho que às vezes é importante ser claro sobre o que está em jogo”, disse Shanique.

publicidade

Randall concordou com a namorada opinando que, em sua opinião, é muito mais fácil resolver conversando do que colocando o parceiro contra a parede.

“Concordo com Shanique. Eu não acho que você precisa ir a esse extremo de ultimatos, mas eu acho que é necessário que, se alguém tem expectativas que não estão sendo atendidas, e elas estão meio que exigindo isso como algo inegociável, é super importante trazer isso à tona. Não necessariamente em um sentido de ultimato como ‘se você não fizer isso, eu vou te deixar.’ Mas como podemos resolver isso, ou é mesmo viável?”, ele acrescentou.

Shanique Imari e Randall participaram de Ultimato (Divulgação/Netflix)

Ele chegou a citar seus colegas de elenco mais problemáticos, para comprovar sua tese de que comunicação é muito mais eficaz do que tentar forçar uma decisão.

publicidade

“Como com Nate e Lauren, eu acho que [o ultimato] deles foi o mais real porque ela claramente, em sua mente, era como: ‘Eu não quero filhos’, e ele era uma pessoa de família. Então, como podemos resolver isso? Nós nos amamos, mas isso vai nos impedir de continuar nosso relacionamento? Eu acho que ter uma conversa – em vez de ter um ultimato, porque eu acho que é uma palavra dura de usar – eu acho que é super importante. Agora, se chegar a um ponto onde você precisa usar ultimatos, que assim seja, mas eu não acho que deve ser o ponto focal”, ele explicou seu ponto de vista.

Shanique finalizou afirmando que um ultimato no máximo deve ser a última medida a ser usada, mas primeiro a pessoa deve tentar fazer com seu parceiro demonstre amor e que quer realmente passar o resto da vida ao seu lado.

publicidade

“Ou o primeiro recurso. Certamente não para o casamento. Acho que é importante deixar sua pessoa mostrar o que sente por você. Essa sempre foi a minha coisa desde o salto: eu preciso que você me mostre. E acho que todos deveriam fazer essa abordagem. Permita que sua pessoa te ame”, ela concluiu.

Ultimato: Ou Casa ou Vaza está disponível na Netflix.

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›