Estrela de 007 não quer que novo James Bond seja mulher, e explica o porquê

A atriz também disse que os papéis femininos dos filmes de James Bond deve receber mais destaque.

publicidade

No ano passado Daniel Craig encerrou seu tempo como James Bond, e então iniciou-se uma discussão sobre quem será o próximo agente secreto. Uma lista de possíveis atores surgiu, bom como rumores do novo 007 ser uma mulher.

De acordo com o site de notícias do jornal The Sun, Ana de Armas se uniu a um grupo que concorda que 007 continue sendo interpretado por um homem.

publicidade

“Não há necessidade de uma Bond feminina. Não deveria haver necessidade de roubar o personagem de outra pessoa, você sabe, para assumir. Este é um romance e leva a esse mundo de James Bond e essa fantasia desse universo em que ele está”.

Armas pontuou que gostaria que os papéis femininos dos filmes de James Bond fossem retratados de forma diferente e com mais reconhecimento.

“O que eu gostaria é que os papéis femininos nos filmes de Bond, mesmo que Bond continue sendo um homem, sejam trazidos à vida de uma maneira diferente. Que eles recebam uma parte mais substancial e reconhecimento. Isso é o que eu acho mais interessante do que inverter as coisas”.

Outras opiniões

James Bond (Daniel Craig) em 007 – Operação Skyfall (Divulgação)
publicidade

Anteriormente em uma entrevista para o Radio Times, Daniel Craig foi questionado sobre a possibilidade de Bond no futuro se uma mulher. Ele compartilhou a mesma opinião de Ana de Armas.

“A resposta para isso é muito simples. Deveria simplesmente haver melhores papéis para mulheres e atores de cor. Por que uma mulher deveria interpretar James Bond quando deveria haver um papel tão bom quanto James Bond, mas para uma mulher?”

publicidade

Barbara Broccoli, produtora da franquia James Bond, também concorda que 007 deve continuar sendo interpretado por um homem e que personagens femininas recebam mais destaque. Ela disse ao The Guardian:

“Ele é um personagem masculino. Ele foi escrito como homem e acho que provavelmente continuará como homem. E isso é bom. Não temos que transformar personagens masculinos em mulheres. Vamos apenas criar mais personagens femininas e fazer a história se encaixar nessas personagens femininas”.

Por sua vez, Lashana Lynch compartilhou com o The Guardian que não importa quem for interpretar James Bond o filme lotará os cinemas.

publicidade

“Eles estão realmente dando ao público o que eles querem dar ao público. Com Bond, pode ser um homem ou uma mulher. Ele pode ser branco, negro, asiático, mestiço. Ele pode ser jovem ou velho. No final das contas, mesmo que uma criança de dois anos estivesse interpretando Bond, todo mundo iria ao cinema para ver o que essa criança de dois anos faria, não?”

007 – Sem Tempo para Morrer está disponível no Amazon Prime Video.

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›