Amber Heard diz tudo que pensa sobre sua personagem em A Dança da Morte: “uma das melhores”

A Dança da Morte: Reprodução

Amber Heard está no elenco de A Dança da Morte no papel da complexa personagem Nadine, “uma mulher que sente as consequências de suas ações, mas é compelida por sua lealdade a Randall Flagg”.

E já no segundo episódio da série, que foi ao ar na última quinta-feira (24), o público teve a oportunidade de ver e conhecer um pouco mais do universo da sua personagem, que ela afirmou ser uma das melhores protagonistas femininas de todas.

A atriz concedeu uma entrevista ao portalComicBook.com e comentou sobre Nadine, explicando que ela é uma personagem indecifrável por todas as características misteriosas que possui.

“O que eu acho interessante na Nadine é que você não sabe como defini-la. Ninguém sabe como defini-la, provavelmente nem ela mesma.”, disse Heard.

“Ela está lutando contra um passado sombrio, muitos segredos e uma dinâmica muito complicada com uma força sobrenatural. E embora ela seja apresentada pela primeira vez, talvez através do amor e humanidade na forma do relacionamento que foi capaz de formar com Larry e tenha ido para a Zona Franca de Boulder, ela é uma personagem trágica porque você percebe que ela está sendo apresentada a essa realidade quase tarde demais.”

“Ela está quase descobrindo isso na última etapa de um longo caminho e há algo trágico e comovente sobre isso porque vemos que, apesar de suas complicações, ela no final das contas é uma pessoa solitária que está buscando conexões e amor.”

Ela continuou falando: “E é de partir o coração quando ela encontra seu destino e eu não quero revelar nada, mas Nadine é minha personagem favorita neste, certamente um dos melhores papéis femininos que eu já li ou conheci. Ela é complicada e, em última análise, é uma personagem trágica.”, finalizou.

A série é escrita e dirigida por Josh Boone (Os Novos Mutantes). A sinopse diz que “a trama gira em torno de um professor viúvo que vive uma vida solitária quando um praga dizima 99% da população mundial. Imune à doença, o professor terá de lidar com a solidão até se juntar a outros sobreviventes, que se envolvem numa antiga rivalidade entre a luz e a escuridão.”

Um Psicólogo que estuda Medicina, ensina inglês, toca piano, ama escrever e tem um gato. =P


SIGA-NOS E VEJA MAIS


Veja mais ›