A Million Little Things | Série será maior este ano

A Million Little Things (Divulgação)

O diretor e criador de A Million Little Things da ABC, D.J. Nash, revelou algumas novidades sobre a nova temporada da série. Em uma entrevista para o site Deadline sobre o final surpreendente da  3ª temporada de A, ele revelou  que a partir de agora o número de episódios será diferente.

“Estamos fazendo 20 episódios este ano”, disse ele. “É a maior temporada que já tivemos.”

A Million Little Things  que conta a história de um grupo de amigos, produziu 17 episódios na 1ª temporada, 19 na 2ª temporada e 18 na 3ª temporada que foi modificada por conta do Covid.

Nash falou sobre o significado da ABC pedir um número muito maior de episódios para a quarta temporada, o que ela considera um sinal de que a emissora tem confiança no trabalho que têm sido feito.

“Com a gente recebendo um pedido de 20 episódios, não parece que a ABC quer que esta seja nossa última temporada”, disse o diretor.

Além disso, Nash também contou para o veículo que ele já tem planejado o final da série todo planejado. Ele disse que acredita que quando chegar a hora de A Million Little Things acabar os roteiristas, diretores e elenco vão cumprir seus objetivos.

“Não há dúvida de que temos o suficiente para fazer 20 episódios incríveis nesta temporada”, prometeu o diretor.

Final da Terceira Temporada

Leezy Greene e Andrew Leeds em A Million Little Things (Reprodução)

No final da mais recente temporada de A Million Little Things terminou com um dos seus personagens em risco. Esta foi a vez do professor de música / abusador sexual Peter Benoit, que apesar de não ser muito querido pelos fãs chocou os espectadores ao ser atacado por Gary (James Roday Rodriguez).

Gary colocou uma sacola na cabeça do professor e o arrastou para dentro da própria casa.  O ataque a Peter (Andrew Leeds)foi o ponto alto da história do personagem envolvendo Sophie (Lizzy Greene). Pois agora ela decidiu ir à polícia e registrar uma denúncia acreditando que sua atitude impediria que Peter pudesse machucar outras meninas.

Sophie tomou sua decisão após descobrir o diário de outra aluna de Peter, Layla, que havia se suicidado. A adolescente foi entrevistada pela polícia, porém o detetive não achou que houvesse evidências suficientes para acusar o professor. Além disso, uma troca de mensagens entre Sophie e Peter após o assédio sexual  pode pesar negativamente no seu caso.

Sendo o guardião legal de Sophie, Gary se sentiu responsável em defendê-la. Agora a repercussão das atitudes dele serão desenroladas na quarta temporada.

Sou uma mulher que sempre sonhou em viver de escrever. Sou redatora especialista em cultura pop, cinema, streaming e TV. Você pode me encontrar no Twitter como @MoniquePop2.

Veja mais ›