A Casa do Dragão: Revolta online por morte de personagem gay é desprezada por equipe da série

A morte brutal de Joffrey deixou os espectadores indignados

O episódio cinco de A Casa do Dragão mostrou uma das mortes mais brutais da primeira metade da primeira temporada. Na cena, Criston Cole (Fabien Frankel) mata aos socos Joffrey Lonmouth (Solly McLeod), o grande amor de Laenor Velaryon (Theo Nate).

Criston matar Joffrey não apenas aumentou a antipatia do público pelo cavaleiro, como também gerou uma reação negativa sobre personagens gays serem mortos muito cedo nas tramas, um movimento chamado de Bury Your Gays (Enterre Seus Gays, em tradução livre).

O showrunner Ryan Condal comentou em uma entrevista que entende a revolta do público pela morte de Joffrey, contudo, a cena não foi feita para ser preconceituosa, apenas adaptou uma passagem dos livros de George R. R. Martin. Em uma entrevista para a Variety, Condal justificou:

“Quero dizer, as pessoas vão reagir como vão reagir. Em primeiro lugar, essa era a história do livro. Foi tratado, novamente, de forma um pouco diferente: Joffrey é assassinado por Criston Cole por causa de uma raiva invejosa e ferida em um torneio. Acabamos de fazê-lo fazer isso abertamente e observar a frustração de Cole com o desrespeito com o qual ele sente que foi cobrado. É um mundo brutal. É um mundo violento. Cole se expôs, não fez aquilo sem pensar. Eu sei que as pessoas vão reagir como reagem, mas, você sabe, essa é a história que estamos contando”.

Thoe Nate como Laenor e Solly McLeod como Joffrey Lonmouth em A Casa do Dragão (Divulgação / HBO)
Thoe Nate como Laenor e Solly McLeod como Joffrey Lonmouth em A Casa do Dragão (Divulgação / HBO)

Questionado se estava ciente de que a cena em questão ia gerar tanta polêmica nas redes sociais, Condal respondeu:

“Provavelmente vagamente. Quer dizer, eu tento não ler a internet. Eu vivo no meu próprio mundo de contar histórias para não ser afetado por essas coisas, então me sinto livre para contar a história. Mas veja, há muitos personagens interessantes na série. As pessoas entram e saem deste mundo o tempo todo. Há mais personagens interessantes por vir. Então eu diria apenas, fique atento”.

A Casa do Dragão (House of the Dragon) adapta os livros Fogo & Sangue que narram uma guerra conhecida como A Dança dos Dragões, ao qual a família Targaryen luta consigo mesma para ver quem ficará com o Trono de Ferro.

A HBO e a HBO Max lançam um episódio novo da série todo domingo às 22h.

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›