20 anos depois criador de A Sete Palmos conta como a série nasceu

A Sete Palmos (Divulgação)

Há cerca de 20 anos, a série dramática A Sete Palmos, estreava marcando a história da HBO, como fornecedora de títulos originais de qualidade, e para comemorar o recente aniversário de seu lançamento, seu criador Alan Ball falou com o Collider sobre como seu antigo programa nasceu.

Ele começou relembrando que ele tinha acabado de concluir uma produção de grande sucesso, tendo escrito o roteiro de Beleza Americana, e dirigia um novo programa que não ia tão bem.

“Bem, foi bem surreal, daquela vez. Eu também estava dirigindo uma sitcom na ABC chamada Oh, Grow Up que, de todas as maneiras que Beleza Americana fazia sucesso, Oh, Grow Up não fazia sucesso. Literalmente, havia uma edição de melhores e piores da People Magazine naquele ano, e havia uma lista de dez melhores filmes, e Beleza Americana era um deles. E você literalmente vira a página, e do outro lado estão os 10 piores programas de TV, e Oh, Grow Up foi um deles”, ele lembrou.

Cena de A Sete Palmos (Divulgação)

O cineasta continuou relembrando que A Sete Palmos só foi possível devido o insucesso de Oh, Grow Up.

“Felizmente, o que saiu disso foi que Oh, Grow Up foi cancelada e eu ainda tinha dois anos restantes no meu contrato de desenvolvimento para a TV. E eu já tinha me encontrado com Carolyn Strauss da HBO, e ela apresentou a ideia para A Sete Palmos para mim, e pensei: Parece uma ótima ideia. Eu gostaria de poder trabalhar nisso, mas estou fazendo esta sitcom para a ABC. Mas depois que o programa foi cancelado, eu tinha mais dois anos restantes no meu contrato com a TV e pensei: Vou escrever aquele programa da casa funerária e espero que gostem. E eu fiz, e eles fizeram, porque do contrário eu recebia todos esses telefonemas do tipo: Temos um comediante stand-up que seria perfeito para você montar um show, porque as pessoas ainda pensavam em mim como o cara do sitcom. E eu simplesmente não queria mais fazer isso”, ele contou.

Ele revelou, então, que quando fez o roteiro do piloto de A Sete Palmos ele escreveu pensando no tipo de programa que ele gostaria de ver na HBO.

“Para mim, escrever o piloto de A Sete Palmos nas especificações foi um pouco preventivo. Eu sabia que a HBO queria um programa sobre uma casa funerária. Então, acabei de escrever o programa que gostaria de assistir na HBO. Isso foi bem na época em que Os Sopranos haviam acabado de começar a ser transmitidos. E eu, como todo mundo, estava totalmente apaixonado por ela e meio surpreso com o que a televisão poderia ser que eu simplesmente não pensei que pudesse ser. Então foi isso que eu fiz”, ele afirmou.

Gaúcha, formada em Jornalismo e Pedagogia, crocheteira,”mãe” da dog Katy, apaixonada por filmes e séries de gêneros variados e por escrever. Sou redatora especialista em cultura pop, cinema, streaming e TV.

Veja mais ›