Zac Efron deixa fãs de High School Musical empolgados com notícia especial

Ator disse que adoraria atuar em um reboot do filme.

publicidade

O ator Zac Efron, querido por uma geração depois de atuar na trilogia High School Musical, da Disney, revelou ao E! News que estaria totalmente interessado em participar de um reboot da franquia, caso isso aconteça.

“Claro, claro. Quero dizer, ter uma oportunidade de qualquer forma de voltar e trabalhar com essa equipe seria tão incrível. Meu coração ainda está lá. Isso seria incrível. Espero que aconteça.”, diz.

publicidade

Nos filmes, Efron deu vida ao personagem Troy Bolton e atuou ao lado de Vanessa Hudgens, Ashley Tisdale, Corbin Bleu, Lucas Grabeel e Monique Coleman.

No Instagram, alguns fãs se pronunciaram

“Nosso coração ainda está lá também.”, escreveu uma pessoa.

“Então, isso precisa acontecer para amanhã”, disse outra.

“Seria incrível se eles fizessem High Schoool Musical de novo. Por favor, façam!”, falou mais uma fã.

Zac Efron (Reprodução)

Atualmente, Efron está promovendo novo filme

O ator agora está envolvido com seu novo filme, intitulado Chamas da Vingança.

A trama é uma adaptação do livro de Stephen King, que foi lançado em 1980.

publicidade

O romance já teve outra adaptação em 1984, também sob o mesmo título, e foi estrelado por Drew Barrymore.

A nova versão está sendo dirigida por Keith Thomas, com produção de Jason Blum e Akiva Goldsman, que já trabalharam juntos na franquia Atividade Paranormal.

publicidade

Além de Zac Efron, o elenco de Chamas da Vingança também traz Gloria Reuben, Ryan Kiera Armstrong, Sydney Lemmon, Michael Greyeyes, Tina Jung, Lanette Ware e Neven Pajkic.

O filme tem data de lançamento marcada para 13 de maio de 2022, nos Estados Unidos, porém, aqui no Brasil, ainda não foi divulgada a data.

Diretor estaria interessado em expandir a franquia

Em entrevista ao ComicBook.com, Keith Thomas comentou que seria interessante explorar mais sobre o universo do filme, já que existem inúmeros personagens e histórias que podem ser contadas.

publicidade

“Eu sempre toparei, eu sempre estarei dentro. Eu acho que tivemos todo o tipo de ideias pra onde nós poderíamos ir.”, explicou.

“Obviamente o Stephen King não escreveu uma continuação, então tudo teria que ser explorado, mas eu sinto que criamos um universo neste filme. Alguns personagens eu acho que poderiam ter histórias que se expandem e seguem em frente.”, finalizou o cineasta.

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›