Uma Advogada Extraordinária | Atriz quase abandonou o papel em dorama da Netflix

Diretor esperou pelo tempo necessário, pois não queria outra pessoa no papel.

publicidade

Uma Advogada Extaordinária é o mais novo dorama que estreou na Netflix e traz Park Eun Bin no papel de uma advogada autista que tem inteligência fora do comum.

Entretanto, as coisas poderiam ter sido muito diferentes já que a atriz, a princípio, recusou o papel porque não acreditava que seria capaz de fazê-lo bem.

publicidade

Além disso, ela também recebeu um convite para estrelar O Rei de Porcelana – que também está na Netflix – e ficou na dúvida sobre qual papel escolher.

“Na verdade, me ofereceram esse papel ao mesmo tempo que o drama O Rei de Porcelana. Eu realmente pensei que esse drama era um bom projeto, mas não estava confiante se me sairia bem. Então eu contemplei por um tempo e rejeitei o papel algumas vezes.”, revelou a atriz em entrevista à revista de moda Allure Korea.

Park Eun Bin como Woo Young Woo em Uma Advogada Extraordinária (Reprodução)

Diretor não aceitou o não da moça

O diretor Yoo In Sik e o roteirista Moon Jiwon, entretanto, não queriam outra pessoa no papel da advogada e não escalaram outra atriz.

publicidade

O projeto teve que ficar parado, então, por um ano, até que Park Eun Bin decidisse participar da série.

“Como eles mostraram tanta confiança em mim, eu acabei querendo retribuir, então, juntei minhas forças e fui.”, contou ela.

publicidade

O diretor também explicou por que esperou tanto tempo por uma atriz, quando poderia ter contratado outra que também fosse talentosa.

“Eu não poderia imaginar outra atriz interpretando Woo Young Woo. Ela é tímida e introspectiva pessoalmente, mas na frente de uma câmera, ela aperta um botão. Sempre achei que era uma atriz bem preparada, mas ela tinha encantos muito além disso.”

“Quando eu a ouvi dizer pela primeira vez: ‘Meu nome é Woo Young Woo, mesmo que você leia de trás para frente’, eu sabia que tínhamos um sucesso.”, revelou ele.

publicidade

A série tem um orçamento de 20 bilhões de wons coreanos, que equivale a 80 milhões de reais.

A protagonista é uma advogada de 27 anos de idade que é diagnosticada como Nível I dos Transtornos do Espectro Autista – antes chamada de Síndrome de Asperger.

Com um QI de 164, ela se formou como a melhor estudante da Universidade Federal de Seoul e trabalha em um renomado escritório de advocacia.

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›