Novo Homem-Aranha com Tobey Maguire? Diretor dá opinião sincera sobre o assunto

Diretor havia manifestado interesse em fazer um quarto filme do Cabeça de Teia anteriormente, porém, mudou de ideia

publicidade

Em entrevista ao Screen Rant, o diretor Sam Raimi decidiu acabar com qualquer esperança de que ele possa voltar a dirigir um quarto filme do Homem-Aranha, com Tobey Maguire no papel principal.

“Atualmente, não tenho planos de fazer o Homem-Aranha 4. E eles são tão bem sucedidos com a nova série do Homem-Aranha que eu não sei se isso vai acontecer ou não. Eu não estou pensando em seguir em frente com isso.”

publicidade

Raimi é o diretor da trilogia Homem-Aranha, da Sony Pictures, cujo primeiro filme foi lançado em 2002. Em seguida, veio o segundo filme em 2004, e o terceiro em 2007.

Depois da recepção negativa de Homem-Aranha 3, Sam Raimi chegou a jurar que nunca mais dirigiria filmes de super-heróis, até que assinou com o MCU para dirigir Doutor Estranho no Multiverso da Loucura.

Homem-Aranha 3 e Tobey Maguire
Tobey Miguire volta em Homem-Aranha 3 (Reprodução)

Diretor revelou de onde tirou inspiração para construção do roteiro de Doutor Estranho 2

Ele contou que o filme teve várias influências de outros projetos importantes do Universo Cinematográfico da Marvel.

publicidade

Apesar de haver uma crença de que a série Loki teria sido a maior influência, Raimi revelou que os filmes do Vingadores e a série WandaVision acabaram pesando mais no roteiro.

“O mesmo roteirista, Michael Waldron, escreveu Loki. Mas basicamente, Loki é o que menos influencia aqui.”, iniciou ele.

“Há mais influência dos filmes dos Vingadores, depois das histórias de Thanos e WandaVision que afunilam em nosso roteiro. E o primeiro filme do Doutor Estranho, eu acho. Essas são as verdadeiras influências da história. Desculpe, e Homem-Aranha: Sem Volta Para Casa também. Todas essas coisas estavam nos dando uma direção para onde deveríamos ir.”, explicou.

Benedict Cumberbatch contou como se sentiu ao interpretar as variantes do Doutor Estranho

publicidade

Ainda falando sobre o segundo filme do Feiticeiro da Marvel, Cumberbatch contou que achou um desafio divertido conseguir dar vida às variantes de uma mesma pessoa no MCU.

“Eu acho que é [o] mesmo – igual, mas diferente. Você precisa obter uma correlação para saber que está assistindo a uma iteração que, basicamente, talvez por meio de escolhas ou circunstâncias e ambiente, teve um resultado diferente.”, disse ele.

“Mas é um bom tipo de loop que alimenta a autodescoberta e a autoterapia para o personagem que conhecemos do nosso universo, sobre como ele melhora suas escolhas ou a situação. Então é uma coisa divertida de explorar. É um dos paradoxos que uma narrativa multiversal irá apresentar, e eu estava animado com esse desafio.”, disse ele.

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›