Participantes sugerem que não impor regras foi tática de produção de Ultimato

Ela também contou que ela quem foi procurada pela produção do programa para entrar no experimento.

publicidade

Ultimato: Ou Casa ou Vaza contou com vários momentos em que o público ficava pensando se os participantes não estavam infringindo regras, mas, segundo Shanique Imari e Randall Griffin, o programa na realidade não tinha muitas regras, o que eles viram como uma técnica da produção.

Durante uma recente entrevista ao site TV Insider, o casal falou sobre o experimento e Shanique garantiu que eles não eram proibidos de fazer nada, mas era recomendado que não fizessem algumas coisas, como se encontrarem com o parceiro original durante o casamento experimental.

“Foi altamente desencorajado. Nunca foi um: ‘Vocês nunca podem se ver.’ Porque também morávamos no mesmo prédio, então eu via Randall passeando com os cachorros da Madlyn. Não era como se nunca fôssemos nos ver. Mas naquela noite (em que os dois se encontraram para conversar), eu estava muito determinada a falar com Randall, porque isso aconteceu um dia depois de obter algumas informações de Madlyn, e da maneira como ela apresentou na noite das meninas”, ela explicou.

publicidade

Ela prosseguiu falando que eles tiveram muito liberdade na maneira como agiram durante o experimento e ela acha que isso não foi a toa, mas que a produção do programa tinha um objetivo quando decidiu que seria assim.

“Eu acho que [a falta de regras] foi intencional, olhando para trás. Acho que o propósito era ver o que aconteceria. Eu brinco que Randall estava tão de acordo com as regras em querer seguir todas as regras. Havia coisas que eram encorajadas, mas na maior parte eles tentaram nos dar liberdade de expressão em tudo isso”, ela afirmou.

Shanique e Randall se encontraram durante casamento experimental de Ultimato (Divulgação/Netflix)

Em seguida os dois foram indagados se se interessaram em participar de Ultimato: Ou Casa ou Vaza, por serem fãs de reality shows de relacionamento.

publicidade

“Acho que não posso dizer com confiança que assisti a um programa de namoro inteiro. Casamento às Cegas, eu vi alguns episódios!, disse Shanique.

“Eu os assisto, mas não conto às pessoas, mas eu os vejo”, admitiu Randall rindo.

Nesse momento Shanique revelou que, ela que foi procurada pela produção do programa e não ao contrário, mas quando o experimento foi explicado, ela achou que seria uma boa experiência.

publicidade

“Alguém me procurou diretamente no Instagram. Aparentemente, eles conversaram com um de nossos amigos em comum e conseguiram informações de que estávamos neste momento do nosso relacionamento. No começo, pensei que fosse uma farsa. Lembra quando eu te mostrei? Eu era como, isso não pode ser real”, ela perguntou a Randall.

“Sim, eu me lembro disso”, ele respondeu.

“Se estou sendo totalmente honesta, não é como se eu estivesse tendo uma conversa com Randall como: ‘Eu vou te dar um ultimato, como se eu fosse deixá-lo se você não fizer isso.’ Mas acho que quando a premissa do show foi explicada, senti que era uma ótima oportunidade para colocarmos nosso relacionamento à prova e, ao seu ponto, aprender sobre nós mesmos – o que realmente precisamos, o que realmente queremos – e também colocar seu parceiro em uma posição para mostrar como eles se sentem sobre você”, ela admitiu.

Ultimato: Ou Casa ou Vaza está disponível na Netflix.

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›