Série sobre assassinato de Daniella Perez desbanca Homem-Aranha e vira número 1 de streaming

Documentário ganhou a atenção não só no Brasil mas em toda a América Latina

publicidade

A série documental Pacto Brutal: O Assassinato de Daniella Perez superou todas as mega produções internacionais, entre elas Homem-Aranha: Sem Volta para Casa, e tomou a liderança do Top 10 de títulos mais assistidos da HBO Max.

A conquista, que está sendo comemorada pelo streaming, que tem investido em produções nacionais, é ainda melhor do que parece, já que o documentário não é o mais assistido só no no Brasil, mas em toda a América Latina.

No site IMDb a série documental está com uma média de 8,9 (de 10) na nota designada pelos usuários do site, com o primeiro episódio com uma nota média de 9,3, o segundo com 8,6, o terceiro com 9,2, e o quarto e o quinto episódios com 9,4.

Daniella Perez, Pacto Brutal (Divulgação/ HBO Max)
publicidade

A série, dirigida por Tatiana Issa e Guto Barra, não só relembra o crime que chocou o país inteiro em dezembro de 1992, mas apresenta informações inéditas, assim como depoimentos esclarecedores da mãe de Daniella Perez, Gloria Perez, seu viúvo, Raul Gazolla e amigos próximos.

O documentário mostra uma versão diferente da que a mídia mostrou na época do crime, que é qualificada como totalmente sensacionalista por Tatiana e Guto, que afirmam que trabalharam para mostrar a verdade, que Daniella foi apenas a vítima de dois psicopatas.

“Nosso maior objetivo era resgatar a Daniella com a maior sensibilidade possível, com cuidado. Era mostrar a dor daquela mãe e daquela família devastada por aquele crime tão brutal. Na direção da série, procuramos colocar de forma sutil o contraste entre a delicadeza da Dani e a brutalidade do crime. Dar voz à dor da Gloria através do respeito”, eles declararam anteriormente.

Gloria Perez em cena do documentário Pacto Brutal: O Assassinato de Daniella Perez (Reprodução Youtube)

Além de rever a investigação do crime, a série mostra que a polícia não fez questão de realmente encontrar respostas, optando por acreditar em tudo que o assassino confesso, Guilherme de Pádua dizia, o que incluía culpar a vítima por suas ações.

A produção também evidencia o importante papel de Gloria Perez na investigação, indo atrás de testemunhas e comprovando os verdadeiros fatos, além de sua luta para reformar a lei brasileira no que se refere aos crimes hediondos, que anteriormente não incluía assassinatos sem perda de patrimônio.

Com a ajuda de depoimentos da mãe da vítima, pessoas próximas a ela, como Fábio Assunção, Cristiane Oliveira, Stênio Garcia, e envolvidos na investigação do caso na época, o documentário esclarece o crime ocorrido há 30 anos.

Pacto Brutal: O Assassinato de Daniella Perez está disponível na HBO Max.

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›