Neil Patrick Harris nunca foi instruído em cenas de sexo até Uncoupled

O ator compartilhou sua experiência em gravar uma cena com a ajuda de um coordenador de intimidade

publicidade

Em uma entrevista para o site Elle, Neil Patrick Harris revelou que nunca foi instruído por um coordenador de intimidade até fazer parte da série Uncoupled, da Netflix.

Durante a entrevista Harris lembrou de uma cena de sexo que fez com Rosemund Pike no filme Garota Exemplar. O momento foi constrangedor e em seguida tinham que mostrar para o diretor David Fincher.

publicidade

“Tivemos que encontrar David Fincher, que estava em outra sala. Ele sentou-se enquanto o mostrávamos. Ele dizia, ‘Sim, isso vai funcionar.’ Mas isso foi em outros tempos”.

Em seguida, o ator contou como se sentiu ao fazer uma cena de sexo com um coreógrafo especializado, e que acha muito necessário.

“[Foi] realmente ótimo. Eu nunca tinha trabalhado com um antes. Toda vez que você está fazendo uma cena com qualquer tipo de intimidade, faz todo o sentido ter alguém que esteja lá que esteja ciente de qualquer coisa que você esteja planejando fazer e, se alguém se sentir desconfortável com alguma coisa, pode ir o coordenador para deixar isso claro”.

Neil Patrick Harris como Michael em Uncoupled (Reprodução / Netflix)
Neil Patrick Harris como Michael em Uncoupled (Reprodução / Netflix)
publicidade

Em Garota Exemplar, Nick se tornar o principal suspeito do desaparecimento de sua esposa. Ele se une a sua irmã para provar sua inocência.

Uncoupled estreou na Netflix em 22 de julho, a comédia romântica mostra um homem que deve redescobri aos 40 anos o que é ser solteiro.

Em outras séries

publicidade
Jonathan Bailey como Anthony em Bridgerton (Reprodução / Netflix)
Jonathan Bailey como Anthony em Bridgerton (Reprodução / Netflix)

Em uma entrevista para o The Radio Times, Jonathan Bailey, que interpreta Anthony em Bridgerton, falou sobre trabalhar com um coordenador de cenas intimas.

“Se houver duas pessoas fazendo uma cena de sexo, a regra é que elas devem ter três barreiras separando-as e há certos atos em que uma bola de rede meio inflada pode permitir o movimento sem ter que se conectar fisicamente. É realmente muito bobo e temos alguns momentos hilários, mas torna menos estranho”.

publicidade

Bailey, que é abertamente gay, falou para o GQ sobre ter sido aconselhado a esconder sua sexualidade para ganhar mais papéis como líderes heterossexuais.

“Cheguei a um ponto em que pensei: ‘Foda-se, prefiro segurar a mão do meu namorado em público ou poder colocar minha própria foto de rosto no Tinder e não me preocupar tanto com isso do que conseguir um papel’. Você coloca suas experiências de vida no [trabalho]. O mais interessante não é necessariamente ter que falar sobre o que é isso e manter uma sensação de privacidade”.

Bridgerton já tem a terceira temporada garantida na Netflix.

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›