Laura Dern revela única exigência para participar de Jurassic World: Domínio

Atriz contou que não precisou se esforçar muito para convencer o diretor do filme de aceitar sua condição

publicidade

Jurassic World: Domínio chegou aos cinemas, trazendo um belo presente aos fãs da franquia, com o elenco original de Jurassic Park, com Sam Neill e Jeff Goldblum, além de Laura Dern, que para dar vida novamente a Dra. Ellie Sattler fez uma única exigência.

“Felizmente, eles (produtores) estavam muito abertos a ela (sua exigência) e de acordo, e era muito importante para Colin, que se preocupa profundamente com o meio ambiente, e eu acho que nos sentimos orgulhosos e gratos por termos uma oportunidade perfeita nesta franquia para falar sobre o que é mais importante agora, em termos de proteger nossa casa, a Terra”, ela contou.

publicidade

Ela apontou o fato da evolução profissional de sua personagem fazer todo o sentido para a história da franquia.

“Está embutido nesta franquia. Está no livro original. Então, foi uma conversa perfeita. Mas para mim, como ela evoluiu em sua área de ciência que ela estudou como paleontóloga, nossa antiga extinção, e teria evoluído como uma cientista do solo cujo foco seria a mudança climática para evitar outra extinção”, ela explicou.

Dern acrescentou que não precisou se esforçar muito para convencer o diretor do filme, Colin Trevorrow.

“Fazia todo o sentido e ele concordou completamente. E ela não seria uma ativista. É a Dra. E se os garotos querem se juntar a ela e usar a voz, eles podem ter uma experiência incrível. Mas é melhor abandonar os locais de escavação e entrar com o programa e começar a salvar o mundo”, ela brincou.

publicidade
Nasutoceratops e Ellie Sattler (Laura Dern) em Jurassic World: Domínio (Divulgação / Universal)
Nasutoceratops e Ellie Sattler (Laura Dern) em Jurassic World: Domínio (Divulgação / Universal)

Já com Sam Neill as coisas foram um pouco diferentes, ele não impôs nenhuma condição, mas precisou ser convencido de retornar, o que Trevorrow se dedicou a fazer com um almoço agradável, conforme o ator contou em entrevista ao site Gizmodo.

publicidade

“Oh, não, eu não estava automaticamente (dentro). Eu estava recebendo rumores do meu agente de que a Universal estava falando sobre isso, e eles queriam que eu, Jeff e Laura estivessem nele, mas eu realmente não queria estar em algo onde eu estaria apenas jogando uma participação especial. Isso não era muito interessante para mim”.

“Mas eu fui a Sitges para um festival de cinema lá e eu conheci Colin Trevorrow lá. Ele me levou para almoçarmos. Tivemos um longo almoço muita paella e uma garrafa ou duas de [indistinguível] e sim, e eu estava bem persuadido no final disso. Então isso foi em outubro antes de começarmos a filmar. Deveríamos começar em fevereiro, eu acho. Acabou sendo mais como maio, junho, do ano seguinte, 2020. Então, faz muito tempo na gestação quando você pensa sobre isso”, ele recordou.

Indagado sobre como o cineasta o convenceu, ele apontou a maneira como ele falou dos personagens e como ia inseri-los na nova trilogia, além do fato de poder trabalhar novamente com seus antigos colegas de elenco.

“Bem, principalmente sua grande e permanente afeição por esses personagens e como ele queria que eles fossem completamente integrados ao mundo do Mundo Jurássico. E isso me convenceu. E também, a ideia de sair com Jeff e Laura novamente que, é claro, é um atrativo por si só”, ele ressaltou.

publicidade

Jurassic World Domínio estreia nos cinemas em 10 de junho.

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›