Kevin Feige comenta se WandaVision afeta o lado criativo e o planejamento da Marvel

Kevin Feige (Divulgação)
Kevin Feige (Divulgação)

WandaVision está aí e é a primeira série do MCU a chegar no Disney+. O programa segue os acontecimentos de Vingadores: Ultimato e mostra Wanda (Elizabeth Olsen) e Visão (Paul Bettany) tendo um vida aparentemente perfeita no subúrbio.

Em entrevistas anteriores, Kevin Feige, o presidente da Marvel, falou o quanto é importante que WandaVision seja uma série, pois sua história não seria reproduzida com a mesma riqueza em um filme. Além disso, a série afeta também os acontecimentos do MCU.

Em uma entrevista para o Screen Rant, Feige falou como os lançamentos episódicos de WandaVision afetam o lado criativo do planejamento da história em comparação com os últimos 12 anos da Marvel Studios.

“Isso nos permite flexionar novos músculos, músculos diferentes, de uma forma perfeita. Estou na Marvel há mais de 20 anos e ela evoluiu e mudou drasticamente – como você sabe melhor do que ninguém – ao longo desses 20 anos. Sempre foi para melhor e sempre foi para contar novas histórias.”

Ele continuou:

“Quando as pessoas perguntavam sobre a fadiga dos super-heróis em 2005, minha resposta era sempre: ‘Contanto que continuemos a torná-los únicos’. Não quero continuar fazendo filmes de super-heróis, quero fazer todos os tipos de filmes; Quero fazer todos os tipos de histórias e shows”

“E é isso que o MCU nos permite fazer. Acontece que todos são personagens do Universo Marvel, mas as pessoas que realmente leram os quadrinhos sabem que há uma grande diversidade de narrativa, tom e gênero nos quadrinhos. Temos feito isso também, e é isso que o manteve tão excitante”.

E concluiu:

“Estar em um set de sitcom projetado para se parecer com o final dos anos 50 e início dos 60, com um público de estúdio e com câmeras antigas e equipamentos de iluminação da época, foi surreal para mim e divertido. Assim como ver todos os X-Men fantasiados pela primeira vez no primeiro filme da Marvel em que trabalhei. Todas essas experiências diferentes podem cair sob a égide deste universo cinematográfico”.

Formado em administração e psicologia. Fez curso de desenho com especialização em cartoons. Adora videogame, animações, filmes e séries de super heróis e monstros.


SIGA-NOS E VEJA MAIS


Veja mais ›