Ex-namorada diz que Johnny Depp a drogou em primeira noite de sexo

Mais um depoimento não divulgado no processo de Johnny Depp versus Amber Heard vem à tona

publicidade

O depoimento da atriz Ellen Barkin no julgamento de Johnny Depp contra Amber Heard foi divulgado recentemente, em meio aos novos documentos do processo que vieram à tona esta semana.

Ela afirmou que manteve uma relação basicamente sexual com Depp na década de 1990. No depoimento, que foi feito em vídeo, Barkin afirmou também que Depp era “incrivelmente charmoso” e refletiu dizendo: “como a maioria dos agressores é.”

publicidade

Ela ainda afirmou que o ator vivia cercado por um mundo de violências e que ele lhe drogou quando fizeram sexo pela primeira vez, oferecendo um Quaalude, droga que tem efeito alucinógeno.

Johnny Depp em julgamento nos Estados Unidos
Johnny Depp em julgamento nos Estados Unidos (Reprodução)

Na sequência, a artista ainda continuou falando que o ator de Piratas do Caribe costumava menosprezar as pessoas que ele acreditava que estavam abaixo dele e chegou a chamar um assistente de porco.

Mas ela não parou por aí. A atriz contou que o relacionamento dos dois terminou após 10 anos, quando ele arremessou uma garrafa de vinho contra ela quando estavam em um hotel em Las Vegas.

publicidade

Ela disse que não ficou surpresa quando isso aconteceu, pois “sempre havia um ar de violência” em torno de Depp.

“Ele é escandaloso, ele é verbalmente abusivo e essas coisas que você pode ver”, falou a atriz.

publicidade
Johnny Depp e Ellen Barkin
Montagem com Johnny Depp e Ellen Barkin (Reprodução)

Barkin continuou dizendo que eles se encontravam com relativa frequência, pois ele ia à casa dela ou ela ia à casa dele pelo menos três ou quatro vezes por semana, e Depp “estava bêbado o tempo todo, na maioria das vezes.”

Além disso, o ator ainda usava cocaína, maconha e outras drogas alucinógenas. Ao ser questionada sobre quantas vezes essas situações se repetiam, ela disse que não era nem capaz de dizer, pois o ator sempre estava bebendo ou “fumando um baseado.”

publicidade

Barkin ficou conhecida por atuar em produções como Treze Homens e Um Novo Segredo, O Homem de Toronto e Animal Kingdom. Ela ainda chegou a estrelar um filme ao lado de Depp, intitulado Medo e Delírio.

Os novos documentos do processo que estão sendo divulgados na imprensa parecem mostrar que ainda há muito mais questões que a mídia não divulgou durante o julgamento que condenou Amber Heard a pagar 10,35 milhões de dólares a Depp por difamação.

A atriz ainda busca uma forma de anular a condenação, já que alega não ter condições para pagar o valor.

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›