Jennifer Gray revela que Johnny Depp era muito ciumento quando foram noivos em 1980

Jennifer Gray lança nesta terça-feira (3), nos Estados Unidos, sua autobiografia 'Out of the Corner' e relata como foi o período de 1 ano em que esteve com Johnny Depp

publicidade

A estrela do filme Dirty Dancing, Jennifer Gray, já foi noiva do astro Johnny Depp e confessou em sua autobiografia que o ator era muito ciumento.

Mais de 30 anos após noivar com Depp, a atriz de 62 anos, contou detalhes da sua vida na recente autobiografia titulada Out of the Corner (Fora do Canto), que será lançado hoje (3), nos Estados Unidos.

publicidade

Segundo Grey, ela conheceu o astro de Piratas de Caribe em 1989, quando foram em um encontro às cegas organizado por sua agente. Eles anunciaram o noivado 15 dias depois. Alguns trechos do livro, compartilhados pelo jornal The Independent citaram:

“Nós comemos, conversamos, bebemos Jack Daniel’s, rimos pra caramba, fizemos pausas para fumar no meio do caminho. Ele era tão ridiculamente lindo. E surpreendentemente aberto, engraçado, peculiar e doce”, escreveu.

Segundo a atriz, Depp viajava muito na época para gravar o filme Anjos da Lei (1987-1991) e com o passar do tempo o relacionamento deles foi se desgastando.

“Johnny estava indo e voltando todas as semanas de Vancouver, mas começou a se meter em encrencas cada vez mais regularmente: brigas em bares, problemas com policiais”, escreveu a atriz, que ficou com o ator por 1 ano.

“Ele começou a perder seus voos para Los Angeles depois de dormir demais ou, quando voltava para casa, ficava louco de ciúmes e paranoico com o que eu estava fazendo enquanto ele estava fora. Eu atribuía seu mau humor e infelicidade ao fato de ele se sentir miserável e sem poder para conseguir sair de ‘Anjos da Lei”, detalha Jennifer.

Johnny Depp (Divulgação)
Johnny Depp (Divulgação)

Jennifer Grey relata que o relacionamento dela com Johnny Depp era como uma fogueira

publicidade

Segundo Grey, ela nunca havia se relacionado com uma pessoa tão ciumenta como Johnny Depp e descreveu o noivado deles como uma fogueira. “Havia um certo calor. Foi literalmente tipo, ‘Você está brincando comigo? Você está brincando comigo? Eu nunca vi um cara assim”, relata a atriz em entrevista à revista People.

“E energeticamente, estar com ele era tipo: ‘Ah, estou sendo totalmente, totalmente compensada pela m**** que acabei de enfrentar”, contou Gray, que relata também que a iniciativa de terminar partiu dela.

publicidade

A autobiografia da atriz, Out of the Corner, relata não só o seu romance com Depp, mas com o ator Matthew Broderick, seu colega de elenco do filme Curtindo a Vida Adoidado (1986), antes de se envolver com Johnny.

 

 

publicidade

 

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›