James Franco volta aos cinemas depois de 4 anos afastado por acusações de assédio sexual

Ele foi acusado por ex-alunas da sua escola de atuação Studio 4

publicidade

O ator James Franco, 44 anos, destaque em produções como 127 Horas e A Entrevista, retornará para as telonas no filme Me, You, depois de ficar 4 anos sem atuar devido as acusações de assédio sexual de suas ex-alunas da sua escola de atuação Studio 4.

Me, You será dirigido pelo diretor dinamarquês Billie August e será ambientado na década de 1950, na Ilha de Ísquia, na Itália. A obra é uma adaptação do livro Tu, Me (2010), do escritor Erri De Luca.

publicidade

No enredo, James Franco será o protagonista com o papel de Marco, que depois de servir ao exército norte-americano na Segunda Guerra Mundial, vai para Europa passar férias e tem sua vida mudada ao conhecer Caia, que será interpretada por Daisy Jacob.

Ao desenvolver uma amizade com ela, ele descobre seus segredos mais tristes como sua infância que foi afetada pela guerra e seu pai que jogou sua filha para fora de um trem na Iugoslávia para salvá-la dos de um campo de concentração.

Segundo o site The Hollywood Reporter, as filmagens começarão a ser gravadas em setembro deste ano e o longa ainda está na fase de produção. Tom Hollander também fará parte do elenco principal.

The Interview
The Interview (Foto Divulgação)

Relembre o escândalo sexual com James Franco

publicidade

O ator foi proprietário de duas escolas de atuação em Nova Iorque e Los Angeles e na ocasião, em 2014, ex-alunas acusaram James e mais dois outros homens da instituição de serem coagidas a fazer cenas de sexo explícito em frente às câmeras.

Franco admitiu que teve relações sexuais consensuais com algumas alunas três anos após as acusações. No ano passado, ele fez um acordo para que o caso não fosse a julgamento e precisaria pagar cerca de US$ 2 milhões – cerca de 11 milhões de reais.

publicidade

Os outros dois funcionários do Studio 4 também foram acusados de discriminação sexual, assédio, fraude, e outros crimes, pelas alunas por Sarah Tither-Kaplan e Toni Gaal.

Segundo relato das atrizes, elas eram convencidas a fazer cenas de sexo, além de se depilarem em frente ao ator e seus amigos. Os advogados de James declaram que as acusações são falsas “inflamadas, legalmente infundadas e movidas como uma ação coletiva com o objetivo óbvio de obter o máximo de publicidade possível para os requerentes ávidos por atenção”, explicou.

James Franco e Seth Rogen em A Entrevista (Reprodução)
James Franco e Seth Rogen em A Entrevista (Reprodução)

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›