365 Dias Hoje: Filme bate recorde negativo; entenda

Filme com pegada erótica aparece como um dos mais assistidos do Brasil na Netflix.

publicidade

O filme 365 Dias Hoje acaba de bater um recorde. Mas a novidade não é de forma positiva. O filme erótico da Netflix acaba de entrar para lista das piores produções cinematográficas.

365 dias
Filme 365 dias bate recorde, mas de forma negativa (Divulgação)
publicidade

O filme conseguiu quebrar a marca da produção 365 DNI (primeiro filme da franquia), como ranking e avaliações baixas.

Na imprensa, a crítica especializada no agregador Rotten Tomatoes, garantiu 0% de aprovação no filme.

O feito foi inédito e último a bater a marca aconteceu com longa “Universalmente odiado”. Nos 11 principais portais de notícias, a crítica negativa foi unânime.

publicidade

Para o site MetaCritica, a longa recebeu a nota 8 de 100. “365 Dias: Hoje tem a identidade emocionalmente falida do capitalismo tardio. É um miasma sem cérebro de sexo coreografado”, disse crítico do site, Roger Ebert.

publicidade

Não foi diferente no site da revista Variety. Na matéria escrita pela jornalista Jessica Kiang, ela afirma: “um lixo completo”.

Apesar das críticas, o filme tem uma resposta positiva na plataforma de streaming. A crítica afirma que os telespectadores assistem só por curiosidade para conferir as famosas cenas sexuais. Hoje em dia, o filme ainda segue com um dos mais assistidos da plataforma.

publicidade

“O filme traz representações profundamente insalubres de sexo e de relacionamentos que glamourizam e justificam várias formas de controle, abuso e dominação”, afirma o trecho da crítica do ReadySteadyCut.

Sinopse de 365 dias:

Laura é uma diretora de vendas que embarca em uma viagem à Sicília para salvar seu relacionamento. Lá, ela conhece Massimo, um membro da máfia siciliana, que a sequestra e lhe dá 365 dias para se apaixonar por ele. O primeiro filme também foi um sucesso e se manteve por vários dias como primeiro lugar entre os mais assistidos da plataforma.

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›