Euphoria: Confira o que a crítica achou do Especial de Natal da série

Euphoria (Divulgação / HBO)
Euphoria (Divulgação / HBO)

Uma das séries mais comentadas da HBO, Euphoria ganhou um especial de Natal cuja primeira parte estreou à meia noite desta sexta-feira (4) no streaming HBO Max.

As primeiras críticas apontam para um episódio bem diferente do que os fãs estão acostumados.

Se o público relaciona Rue, protagonista vivida por Zendaya, à excessos, gritaria e confusão, a primeira parte do especial de Natal escrito e dirigido pelo criador e showrunner Sam Levinson entrega o contrário.

“Trouble Don’t Last Always” (Problemas Não Duram Para Sempre, em tradução livre) apresenta a jovem em um raro momento estático em companhia de Ali (Colman Domingo), contemplando os últimos acontecimentos, seu relacionamento com Jules e com a dependência.

Primeiras reações:

“Os problemas não duram sempre” não é a norma [do programa], nem precisa ser. Mas, honestamente, talvez seja ainda mais satisfatório ver essas duas pessoas machucadas sentadas frente a frente e conversando com a franqueza que desejam sobre o vício, o estigma, a ‘beleza’ sedutora das drogas que os uniram e a esperança de que ainda possa uni-los” – Variety.

“Um especial de Euphoria, mesmo um lançado perto do fim de ano, nunca seria alegre. Mas, por mais devastador que este episódio certamente seja, seu principal resultado é a esperança – a promessa de que há redenção, se pudermos encontrar dentro de nós o perdão aos outros e a nós mesmos.” – Yahoo.

“Não há nada de romântico, condições rígidas, ou mesmo dependência [na relação entre Rue e Ali], a partir de agora. É simplesmente sobre ter alguém ao seu lado que te entende e não olha para você como um idiota, mas um ser humano – alguém com potencial de destruição, mas esperança de salvação.” – Wherever I Look.

“Levinson prova aqui que também pode fazer o outro extremo. É um bom presságio para o futuro de Rue e do show. Mais do que qualquer outro programa, mal posso esperar para ver para onde ela vai a seguir.” – Roger Ebert.

Museóloga e Marketeira de formação. Assistia filmes ao invés de brincar na rua. Adora ir ao cinema sozinha. Uma vida consumindo cultura pop.

Museóloga e Marketeira de formação. Assistia filmes ao invés de brincar na rua. Adora ir ao cinema sozinha. Uma vida consumindo cultura pop.


SIGA-NOS E VEJA MAIS


Veja mais ›