Novo filme do Thor foi autorizado pela Marvel bem antes que o público imagina

Aprovação do quarto filme aconteceu muito mais rápido do que sua divulgação e produção

publicidade

Apesar de ter demorado cerca de um ano e meio para ser anunciado, durante a San Diego Comic-Con em 2019, depois da estreia de Thor: Ragnarok, Thor: Amor e Trovão recebeu luz verde muito antes, segundo seu diretor Taika Waititi.

Enquanto promovia o filme, durante uma recente entrevista para o site americano Fandango, o cineasta relembrou o exato momento em que os executivos da Marvel Studios lhe autorizaram a começar a desenvolver o quarto filme solo do Deus do Trovão.

“Recebemos essa luz verde durante o jantar quando Ragnarok saiu. Nós entramos em alguns cinemas da cidade e depois fomos jantar e começamos a conversar através de ideias com Kevin (Feige – presidente da Marvel Studios) e o resto da Marvel. O filme se tornou tão amado que logo depois disso, eles disseram ‘Vamos fazer outro!'”, ele contou.

publicidade

E quem diria que aquelas ideias discutidas durante um jantar acabariam resultando na produção mais fora da caixa que Waititi já fez, que segundo ele afirmou em uma publicação nas redes sociais quando concluiu as filmagens, trará muita diversão ao público.

“Às vezes, duas pessoas se reúnem para inspirar o mundo e mudar a paisagem cinematográfica para sempre. E depois há eu e [Chris Hemsworth] que somos muito legais para se importar com qualquer coisa, exceto fazer filmes que trazem alegria absoluta às pessoas. Ok, eu não pareço legal, eu sei disso”.

“Este filme é a coisa mais louca que eu já fiz e estou honrado em arrebentar minha bunda e ter um colapso nervoso para que todos possam vê-lo em maio de 2022”, ele escreveu.

Poderosa Thor (Natalie Portman) em Thor: Amor e Trovão (Reprodução / Marvel)
Poderosa Thor (Natalie Portman) em Thor: Amor e Trovão (Reprodução / Marvel)

A Poderosa Thor entra em ação

Apesar de ser um filme solo do Deus do Trovão, neste quarto filme ele terá que dividir os holofotes e as batalhas com sua ex-namorada Jane Foster, que surgirá como a Poderosa Thor, algo que deixará a personagem vivida por Natalie Portman muito menos chata conforme Waititi ressaltou anteriormente.

publicidade

“Você não quer que Natalie volte e faça o mesmo personagem que está andando por aí com equipamentos científicos. Sabe, enquanto Thor voa por aí, ela é deixada na Terra, batendo o pé e se perguntando: ‘Quando ele vai voltar?’ Isso é chato. Você quer que ela seja parte da aventura”, ele afirmou.

Apesar dessa versão de Jane Foster vir dos quadrinhos e parecer uma ordem natural das coisas, o diretor admitiu que a decisão de fazer essa transição não foi algo planejado, mas uma ideia que surgiu já quando ele iniciava a produção de Thor: Amor e Trovão.

publicidade

“Eu não sabia que usaríamos o enredo da personagem Poderosa Thor até começarmos a trabalhar a história real. Eu estava escrevendo e foi tipo: ‘Não seria legal trazer Jane de volta para o enredo?’”, ele revelou.

Thor: Amor e Trovão chega aos cinemas brasileiros em 7 de julho.

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›