Diretor explica por que Doutor Estranho 2 precisou de tantas refilmagens

Segundo diretor, o filme tinha ficado confuso nos primeiros cortes que foram exibidos para um público de teste

publicidade

Motivado para além da pandemia, o filme Doutor Estranho no Multiverso da Loucura contou com diversas refilmagens. Sam Raimi, diretor do longa explicou à revista Rolling Stone o motivo disso.

Segundo ele, a intenção era fazer com que o filme ficasse mais fácil e compreensível para o público, uma tarefa árdua dado o conceito do multiverso, e tudo o que é tratado no enredo.

publicidade

“Havia muitos pontos em que o público dizia: ‘Eu não entendo isso. Não entendo esse conceito.’ Ou: ‘Conheço esse conceito e você o explicou novamente no terceiro ato’”, começou ele ao falar sobre as exibições de teste.

“Ou diziam: ‘Eles tinham que saber disso para aceitar essa próxima história’. Muito disso vem das exibições de teste, entendo o que é confuso em filmagens complexas como essa e entendo coisas que já duraram demais para serem bem-vindas.”

Sam Raimi, diretor de Doutor Estranho no Multiverso da Loucura
Sam Raimi, diretor de Doutor Estranho no Multiverso da Loucura (Reprodução/ Twitter)

“Reconhecer quando algo está muito lento, e mesmo que seja um ritmo adequado para colocar, o público não precisa disso. Eles podem descobrir isso por conta própria, então o que parecia um passo lógico agora se torna, no processo de edição, ‘Hum. Isso está nos atrasando. Vamos pular isso e deixar o público entender por si mesmo.’ Mas também se trata de reconhecer o que eles realmente gostam e, às vezes, expandir as coisas às quais eles realmente estão reagindo bem.” – Completou o diretor.

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›