Diretor de Jurassic World: Domínio fala outros títulos que considerou para o filme

Colin Trevorrow queria que cada filme fosse independente.

publicidade

Jurassic World poderia ter sido o nome apenas do primeiro filme da nova trilogia da franquia dos dinossauros? Aparentemente essa era a ideia inicial.

Colin Trevorrow, que dirigiu os três novos filmes, contou para o Collider que ele considerou a ideia de intitular cada um dos filmes com um nome diferente, mantendo a parte do Jurassic e mudando o resto:

publicidade

Jurassic World: Domínio foi o primeiro nome que meio que pegou mesmo. Quando eu entrei para a equipe, eu queria mudar o título toda vez, o que pensando melhor provavelmente era uma ideia doida porque a gente vive em uma sociedade. Mas eu queria dizer que era um Jurassic World, Jurassic Earth, Jurassic Kingdom [Mundo Jurássico, Terra Jurássica, Reino Jurássico, em tradução livre].”

O diretor confessou que a ideia por trás dos nomes era que cada uma das produções fossem consideradas como uma obra individual, mesmo sendo parte de uma franquia. Quando ele se deu conta de que mudar o nome tiraria a identidade dos filmes como um grupo, ele mudou de ideia e decidiu manter Jurassic World para tudo:

“Eu queria ficar mudando, e eu acho que parte disso é porque eu queria fazer filmes originais. Eu queria sentir como se cada um fosse uma parte independente. E eu estou perfeitamente feliz como as coisas acabaram. E eu sei que a gente já mudou o nome da franquia uma vez. Acho que dá pra dar uma acalmada.”

Diretor justificou a ausência de híbridos no novo filme

Indoraptor em cena de Jurassic World Reino Ameaçado (Reprodução/Youtube)
publicidade

Colin justificou a decisão dele de não trazer mais dinossauros híbridos no terceiro filme, assim como no primeiro e segundo da trilogia.

Segundo ele, a história deles já tinha sido encerrada em Jurassic World: Reino Ameaçado e não havia mais o que fazer com eles. Além disso, o novo filme era mais focado em recuperar os dinossauros perdidos, e assim tentar trazê-los de volta o mais parecidos do que eles eram antigamente:

publicidade

“A ideia de híbridos tinha narrativamente executado seu curso após o segundo filme. Não se encaixava na realidade do ambiente em que jogamos nossos personagens. Esse filme tão dedicado à ciência real que sua prioridade número um seria fazer os dinossauros paleontológicos o mais corretos possível. Eles não considerariam fazer híbridos lá. Eles olhariam para eles como inferiores.”

Jurassic World: Domínio entra em cartaz nos cinemas de todo Brasil a partir de 10 de junho.

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›