Detalhe fez ator ser rejeitado como protagonista de Bridgerton

Jesus (Tom Payne) em The Walking Dead: (Reprodução)
Jesus (Tom Payne) em The Walking Dead: (Reprodução)

Lançado no dia de Natal do ano passado, Bridgerton fez um grande sucesso na Netflix com números quase inatingíveis já que foi visto por 82 milhões de usuários ao redor do mundo nos primeiros 28 dias de exibição.

Recentemente, estão sendo divulgadas histórias de bastidores que são pouco conhecidas dos fãs, como qual foi a cena íntima mais difícil de filmar para Phoebe Dynevor.

Agora saiu uma nova informação sobre o elenco, mais especificamente sobre o protagonista Regé-Jean Page, que catapultou sua carreira e conseguiu multiplicar seus seguidores em sua conta oficial do Instagram.

O sucesso do rapaz foi tão grande que ele foi indicado para ser o próximo James Bond, mas isso tudo quase não aconteceu por um motivo.

Tom Payne, ator reconhecido por suas aparições em The Walking Dead e Prodigal Son comentou recentemente à revista People que ele estava fazendo testes para entrar na série produzida por Shonda Rhimes para ser o intérprete do Duque de Hastings, mas isso acabou não acontecendo.

“Eu fiz um teste para um dos papéis, o do grande galã, mas acho que não era alto o suficiente.”, explicou.

Rindo, o ator ainda comentou: “Com esses tipos de papéis, você não pode entrar em uma sala e olhar alguém nos olhos. É algo que não funciona para esses personagens.”

Ele tem 1,70 metros de altura, contra 1,83 metros de Regé-Jean Page, e o que ele diz faz muito sentido. Certamente foi um ponto importante para a produção, embora ele garantisse que eles disseram que se comunicariam com ele.

Mesmo tendo ficado de fora do projeto, o ator explicou que também sentiu uma forte conexão com o show, já que ele foi filmado em sua cidade natal.

 “Bridgerton foi filmada em Bath, de onde eu sou, então há lugares que ainda estão lá para quem quiser ir conhecer e se maravilhar. E é tão bom ver minha cidade natal na tela.”, finalizou.


SIGA-NOS E VEJA MAIS


Veja mais ›