Deputada é acusada de imitar cruzada de pernas de Sharon Stone para distrair adversário

Angela Rayner, do Partido Trabalhista, segundo fonte se senta estrategicamente na primeira fila nos discursos de Boris Johnson

publicidade

A deputada inglesa Angela Rayner foi acusada de imitar a famosa cruzada de pernas da estrela Sharon Stone, em Instinto Selvagem, para distrair o primeiro-ministro britânico Boris Johnson

Como de praxe, a deputada, que é líder do Partido Trabalhista, se senta com seus colegas na primeira fila em frente ao palco para questionar o ministro, quando ele visita o local, lembrando que o partido é rival dos conservadores.

publicidade

Segundo o jornal britânico Daily Mail, uma fonte anônima do parlamento que integra o Partido Conservador liderado por Boris, contou que a deputada cruzou as pernas estrategicamente – de forma semelhante como Sharon Stone atuou no filme Instinto Selvagem e que marcou sua carreira –  com o intuito de distrair o primeiro-ministro.

“Ela sabe que não pode competir com a experiência de debate do Boris, mas ela tem outras habilidades que faltam a ele. Ela já admitiu [as cruzadas de pernas] em drinques no terraço [do parlamento]”, declarou a fonte.

O jornal também declarou que um assessor pessoal da deputada negou a afirmação e declarou a alegação como “categoricamente política e mentirosa”.  Outro representante do Partido Trabalhista disse:

“Quando você acha que os conservadores não podem mais baixar o nível, eles se superam. Eles definitivamente têm problemas com mulheres na vida pública”.

publicidade

Angela Rayner, 42 anos, já foi assistente social e atualmente é uma das políticas mais críticas e influentes do Partido Trabalhista e que mais se declara contra o governo de Johnson.

Angela Rayner (Divulgação/Instagram)
Angela Rayner (Divulgação/Instagram)

Sharon Stone é chamada para testemunhar a favor de brasileira na Justiça

publicidade

A empresária brasileira Carolina Andraus Lane chamou a atriz Sharon Stone para ser testemunha de um caso de disputa bilionária contra o ex-marido Gilberto Miranda, que já foi senador.

A defesa da empresária alegou que Sharon foi amiga do ex- casal e que já até teve participação nos negócios. A estrela de Hollywood recebeu a intimação em Beverly Hills, na Califórnia.

“A senhora Stone conviveu proximamente com as partes quando ainda sócios e casados, acompanhou Carolina durante grande parte de seu trabalho relacionado ao negócio do ‘Porto de Santos’, assim como vivenciou a essencial liderança de Carolina na estrutura e gestão dos negócios da sociedade”, diz a defesa de Lane.

publicidade

Para provar que tem direito a parte da fortuna do ex-marido, Carolina precisa que as testemunhas contem que o casal atuavam também como sócios nos negócios e que ela tem direito por ter atuado diretamente junto com o ex-marido.

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›