Depois de participar de 5 filmes, ator de Pânico quer ver franquia transforma em game

Ator acredita que seria fácil criar um jogo baseado no filme

publicidade

O ator David Arquette, que interpreta o personagem Dewey Riley na franquia Pânico afirmou ao site Comic Book que a criação de um jogo dos filmes seria uma “experiência maravilhosa”.

Arquette trabalhou no jogo The Quarry, que foi lançado pela Supermassive Games e revelou como imagina a adaptação da franquia para o universo dos videogames.

publicidade

“Eu acho que eles poderiam fazer isso facilmente de uma maneira maravilhosa (…) Mesmo apenas refilmar algumas coisas. É literalmente como, se você escanear algumas pessoas lá, você pode fazer versões diferentes de filmes diferentes e você pode fazer todos os tipos de coisas. Seria uma experiência maravilhosa. Eu adoraria isso! Ghostface já está nesse mundo, então não é tão difícil.”, disse o ator.

David Arquette e Courteney Cox na franquia Pânico (Reprodução)
David Arquette e Courteney Cox na franquia Pânico (Reprodução)

Ator revela que ficou chateado quando soube que seu personagem iria morrer

Em entrevista, David Arquette contou que acredita que o público, principalmente pelo que vê nas redes sociais, parece ter ficado mais chateado com a morte do seu personagem do que ele mesmo.

Ele ainda disse que consegue entender perfeitamente sentimento dos fãs, já que ele próprio também ficou completamente desolado enquanto estava lendo o roteiro e chegou à página em que o personagem morre.

publicidade

Arquette disse que precisou de um tempo para se recuperar do que estava vendo e precisou processar toda a situação para poder continuar.

“Eu li, e coloquei a página virada para baixo. Eu respirei fundo. Foi triste. Quer dizer, é algo que eu fiz parte por muito tempo. Então eu tive que processar isso. Mas eu entendo, recebi as apostas emocionais que estavam envolvidas para me basear”, contou.

O ator compartilhou também o quanto foi difícil gravar a cena da morte.

publicidade

“Foi muito difícil porque foi durante a COVID, então é mais difícil ter essa conexão com a equipe porque você não está saindo depois do trabalho. Então eu fiz a cena, fui para o hotel e meio que fiquei pensando na cena. Então fiz as malas e fui embora. Foi uma grande parte da minha vida chegando ao fim, então foi muito para processar,” detalhou.

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›