David Ayer volta a alfinetar versão de Esquadrão Suicida lançada no cinema

No Twitter, ele diretor disse que seu filme é muito diferente da que foi vista.

publicidade

No Twitter, um usuário perguntou ao diretor David Ayer quão diferente é sua versão de Esquadrão Suicida daquela que foi lançada nos cinemas. Ayer respondeu que é tão diferente quanto maçãs e laranjas.

“Quão diferente é o seu filme da versão lançada nos cinemas? Considerando as cenas, o tom, atuação, tempo de tela de cada personagem… Só para que alguém que não conhece o filme possa ter uma ideia do quão diferente ele realmente é.”, escreveu o internauta.

Chocantemente diferente. Como maçãs e laranjas.”, respondeu Ayer.

publicidade

O movimento pelo lançamento do Ayer’s Cut ganhou ainda mais força desde o lançamento de Liga da Justiça de Zack Snyder, porém, os fãs ainda não foram atendidos pela Warner Bros..

Essa não é a primeira vez que David Ayer se manifesta sobre seu filme

Já houve um outro momento em que ele chegou a publicar uma carta de três páginas nas redes sociais explicando como é que sua versão de Esquadrão Suicida realmente se sobressai àquela que foi exibida nos cinemas.

Ayer fez questão de tornar pública sua insatisfação com o corte do estúdio para o seu filme e o assunto tomou conta das redes sociais e da imprensa.

publicidade

Esquadrão Suicida (2016) não teve o melhor desempenho de bilheteria e por isso o diretor se manifestou sobre o assunto.

Ele defendeu o próprio trabalho dizendo que colocou a vida no filme e que fez algo realmente incrível, mas que a versão do estúdio não é o filme dele.

publicidade

“Eu coloquei minha vida no Esquadrão Suicida. Fiz algo incrível. Minha versão é uma jornada intrincada e emocional com algumas pessoas ruins que são descartadas (um tema que ressoa em minha alma). A versão de estúdio não é meu filme. Leia novamente. E minha versão não é a versão do diretor de 10 semanas – é uma edição totalmente madura de Lee Smith sobre o trabalho incrível de John Gilroy. Tudo com uma trilha sonora brilhante de Steven Price, sem uma única música de rádio em tudo. Tem arcos de personagens tradicionais, performances incríveis, uma sólida resolução de terceiro ato.”, disse o diretor na época.

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›