Como Val Kilmer conseguiu falar em Top Gun: Maverick?

Ator teve sua capacidade de fala prejudicada após uma traqueostomia

publicidade

Saber que Val Kilmer retornaria como Tom “Iceman” Kazansky, em Top Gun: Maverick deixou muitos fãs contentes, mas também despertou uma grande dúvida. Como o ator se comunica no filme, sendo que ele teve sua capacidade de fala extremamente prejudicada por um câncer de garganta?

A resposta é: com tecnologia. O astro teve sua voz recriada por inteligência artificial, graças a startup de tecnologia londrina Sonantic, que com a ajuda de um um software inovador conseguiu gerar uma nova voz para o ator.

publicidade

“Desde o início, nosso objetivo era fazer um modelo de voz do qual Val se orgulhasse. Estávamos ansiosos para dar a ele sua voz de volta, fornecendo uma nova ferramenta para quaisquer projetos criativos à frente”, disse o Diretor de Tecnologia e co-fundador da empresa, John Flynn.

O executivo contou que apesar de ser totalmente sintética, a voz criada pela AI foi produzida a partir de gravações antigas do ator e que várias opções foram desenvolvidas para que se fizesse uma escolha da mais semelhante com a voz original de Kilmer.

“No final, geramos mais de 40 modelos de voz diferentes e selecionamos o melhor, de maior qualidade e mais expressivo. Esses novos algoritmos agora estão incorporados em nosso mecanismo de voz, para que futuros clientes também possam aproveitá-los automaticamente”, ele acrescentou.

Val Kilmer em Val (Reprodução)

Perda da fala

publicidade

Conhecido como uma das grandes estrelas de Hollywood dos anos 1980 e 1990, Val Kilmer foi diagnosticado com câncer na garganta em 2015 e, desde então, vem contando com o apoio da família e dos amigos para conseguir superar a sua condição.

Além de ter de passar pelas conhecidas e temidas quimioterapia e radioterapia para combater seu câncer, o ator também acabou sendo obrigado a fazer uma traqueostomia, que o deixou sem falar nada por quatro anos.

Atualmente ele consegue falar um pouco, mas com muita dificuldade e sua voz está um tanto quanto gutural e difícil de se entender, por isso ele precisou da AI para participar de Top Gun: Maverick.

Doença incluída no roteiro

Falando no filme, o retorno de Iceman depois de mais de 30 anos foi rápido mas bastante emocionante, com os roteiristas incluindo no roteiro do filme o câncer do ator, para contornar seus problemas de saúde.

Top Gun: Maverick está em cartaz nos cinemas de todo o país.

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›